ESPECIAIS

Diesel vai ficar ainda mais caro, saiba quanto

Compartilhar

#souagro| A segunda-feira começou com uma notícia nada agradável: A Petrobras anunciou aumento do diesel a partir desta terça-feira (10). Com o reajuste, o preço médio de venda de diesel para as distribuidoras passará de R$ 4,51 para R$ 4,91 por litro.

Para os produtores rurais essa é uma notícia que chega com muita preocupação. De acordo com o diretor regional do Sindicombustíveis em Cascavel, Roberto Pellizzetti, o valor que vai chegar nas bombas só será possível afirmar nesta terça-feira (10), quando o aumento efetivamente acontecer, mas a expectativa é que o reajuste ao consumidor final seja de R$ 0,41.

Segundo a estatal a necessidade do reajuste é por conta que os estoques globais estão reduzidos e abaixo das mínimas sazonais dos últimos cinco anos, nas principais regiões supridoras. Com isso, o balanço global de diesel está impactado por uma redução da oferta perante a demanda.

De acordo com a Petrobras a diferença entre o preço do diesel e o preço do petróleo nunca esteve tão alta, isso porque o desequilíbrio do mercado, resultou na elevação dos preços de diesel no mundo inteiro, com a valorização deste combustível muito acima da valorização do petróleo.

 

“Considerando a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 4,06, em média, para R$ 4,42 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,36 por litro. Com esse movimento, a Petrobras segue outros fornecedores de combustíveis no Brasil que já promoveram ajustes nos seus preços de venda acompanhando os preços de mercado”, diz a nota da Petrobras.

Abastecimento

Segundo a Petrobras as nossas refinarias já estão operando próximo do seu nível máximo (fator de utilização de 93% no início de maio), considerando as condições adequadas de segurança e de rentabilidade, e que o refino nacional não tem capacidade para atender toda a demanda do país. Dessa forma, cerca de 30% do consumo brasileiro de diesel é atendido por outros refinadores ou importadores.

Isso significa que o equilíbrio de preços com o mercado é condição necessária para atender toda a demanda, de forma natural, por muitos fornecedores que asseguram o abastecimento adequado.

Preço que chega ao consumidor

A estatal reforçou que os preços praticados pela Petrobras, tendo como referência os preços de mercado, são uma parcela dos preços que chegam ao consumidor final. Para formação do preço que chega na bomba ainda são adicionadas parcelas da mistura obrigatória de biodiesel, custos e margens de distribuição e revenda, e tributos que, no caso do diesel, atualmente limitam-se ao ICMS, imposto estadual, uma vez que os tributos federais PIS e COFINS tiveram suas alíquotas zeradas a partir de 11/03 até 31/12/2022.

(Débora Damasceno/Sou Agro com Petrobras)

 

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.