ESPECIAIS

BNDES suspende operações de crédito rural

Compartilhar

#souagro| O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou a suspensão temporária dos pedidos de financiamento de operações de crédito rural de investimento para o ano agrícola 2022/2023. O comunicado foi feito às instituições financeiras que operam com os recursos do banco.

A Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) esclarece que a suspensão adotada está de acordo com a metodologia utilizada pelo Tesouro Nacional para o pagamento de equalização de taxas de juros. Conforme a metodologia, a média dos saldos diários, do saldo devedor dos financiamentos, não pode exceder o limite de recursos equalizáveis disponibilizados para o BNDES.

 

A Secretaria destaca que esse tipo de interrupção ocorreu na safra passada, o que revela uma demanda aquecida, e os pedidos de financiamento foram retomados logo em seguida pelo banco.

Desta forma, os recursos suspensos totalizam apenas R$ 1,5 bilhão do total dos R$ 19,8 bilhões disponibilizados para o BNDES, ou seja, não há esgotamento dos recursos. Essa suspensão poderá ser revista pelo banco a medida que os cálculos futuros apontem que os limites equalizáveis não foram ultrapassados.

 

A suspensão temporária ocorreu nas seguintes linhas:

– Crédito Agropecuário Empresarial de Investimento, para a Adaptação à Mudança do Clima e Baixa Emissão de Carbono na Agropecuária (Programa ABC+, exclusivamente às linhas ABC+ Recuperação, ABC+ Orgânico, ABC+ Plantio Direto, ABC+ Integração, ABC+ Florestas, ABC+ Manejo de Resíduos, ABC+ Dendê, ABC+ Bioinsumos, ABC+ Manejo dos Solos);

– Construção e Ampliação de Armazéns (PCA, exclusivamente à linha destinada a operações com taxa de juros prefixada de até 8,5% a.a.);

– Financiamento à Agricultura Irrigada e ao Cultivo Protegido (PROIRRIGA); de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção
Agropecuária (PRODECOOP); e Programa de Capitalização de Cooperativas Agropecuárias (PROCAP-AGRO Giro).

 

O Plano Safra 2022/23 disponibilizou para esta temporada R$ 115 bilhões com fontes equalizáveis, dos quais o BNDES responde por 17,2%. Os recursos a juros controlados somam R$ 195,7 bilhões.

(Débora Damasceno/Sou Agro com Mapa)

(Fotos: reprodução internet)

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.