Lavouras são devastadas pelo granizo

Compartilhar

#souagro| Os produtores rurais estão enfrentando muitas dificuldades com as mudanças climáticas dos últimos tempos. Seja com geadas, secas e agora o granizo. As lavouras de milho da região Oeste do Paraná, foram devastadas pelo granizo que passou pelo Paraná ontem (22).

Os relatos impressionam, nos vídeos gravados pelos produtores rurais é possível ver a destruição nas propriedades. O milho praticamente pronto para colher é arrancado como se uma máquina tivesse passado pela área. O vídeo abaixo foi gravado na linha 25 de julho, em Maripá.

View this post on Instagram

A post shared by Sou Agro (@portalsouagro)

Inclusive, Maripá é uma das cidades que mais sofreu com a chegada da tempestade, a cidade foi devastada e o prejuízo é incalculável: “foram pelo menos 10 minutos de uma chuva intensa, ventos e muitas pedras”, disse o prefeito, Rodrigo Schanoski. A cidade teve destruição nas lavouras, casas, estabelecimentos comerciais, barracões e também muita queda de árvores. Inclusive uma força tarefa foi montada na cidade para auxiliar quem foi afetado pelo granizo.

 

lavouras
Lavoura destruída em Maripá

Em Palotina, a situação também foi complicada. Plantações inteiras foram destruídas pela força das pedras e dos ventos. Na fotos abaixo é possível ter dimensão dos estragos deixados pelo temporal.

 

lavouras lavouras lavouras lavouras

lavouras
Árvore com as marcas deixadas pela força das pedras em Palotina

 

 

 

Além da destruição, os moradores também enfrentam falta de energia, o que afeta muito as propriedades rurais. Nesta manhã, milhares de pessoas permanecem sem luz e até mesmo sem água por conta da chuva forte.

A Copel informou que 326 mil clientes então sem energia em todo o Estado. Por volta das 5h45, auge do temporal, esse número chegou a 473 mil. A ventania derrubou diversas árvores em cima da rede de energia da cidade.

 

Em Maripá, uma das cidades mais afetadas no Oeste, 2,3 mil clientes permanecem sem luz. Cascavel está com 3,2 mil unidades consumidoras desligadas. Assis Chateaubriand chegou a 8 mil unidades consumidoras ontem, mas agora está com 168 clientes sem energia elétrica.

(Débora Damasceno/Sou Agro)

 

(Fotos: reprodução redes sociais)

 

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.