ESPECIAIS

Registro oficial de tratores e equipamentos pode reduzir custos para produtores rurais

Compartilhar

#souagro| Já falamos aqui no Sou Agro que os donos de tratores e máquinas agrícolas de todo Brasil, que transitam em via pública têm até outubro deste ano para cadastrar seus veículos junto ao Renagro.

Além da segurança esse registro dos tratores e máquinas pode trazer mais economia aos produtores rurais, é o que foi debatido pela Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). Os parlamentares discutiram sobre as atualizações do ID Agro, Plataforma de Registro e Gestão de Serviços, Marcas, Tratores e Equipamentos, lançada no dia 20 de novembro de 2020, pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A plataforma permite o registro oficial de tratores e equipamentos agrícolas, sem custo adicional para o produtor rural.

 

O presidente da FPA, deputado Sérgio Souza (MDB-PR), destaca que a Frente fez uma articulação para que tivesse esse registro: “Esse é um assunto que a gente monitora e trabalha há muito tempo. Na época em que tinha um projeto tramitando para emplacamento de máquinas agropecuárias, nós fizemos toda uma articulação e construímos este sistema em um acordo, onde o MAPA, sem custo, juntamente com a CNA, faz um registro de máquinas. Lógico começa pelas novas e depois vai caminhando para aquelas que o produtor já tem dentro de sua propriedade,” explicou.

O parlamentar enfatiza ainda que o ID Agro pode reduzir custos para o produtor rural e trazer mais segurança. “O registro é gratuito, sem licenciamento, emplacamento ou taxas. A ideia também é combater roubos com a ajuda da plataforma. Os roubos de máquinas agrícolas no campo são um problema sério e com o registro teremos uma base de dados.”

 

Carlos Frederico, coordenador técnico do Instituto CNA explicou como a demanda chegou. “Em 2015 foi criada uma legislação para tentar simplificar o processo de registro de tratores e para retirar a obrigatoriedade de emplacamento e licenciamento. Em 2020 o MAPA entrou em contato com o Instituto CNA para ver se poderíamos ajudar a desenvolver uma plataforma para realizar esse cadastro. Começamos a desenvolver a plataforma em 2020 e no começo deste ano o Mapa publicou o decreto 11.014/2022 que regulamenta esse registro.”

 

A iniciativa atende à Lei Federal que libera tratores agrícolas de emplacamento e licenciamento, mas tornou obrigatório o registro em um cadastro específico do Ministério da Agricultura. O registro é aplicado para todos os setores da agricultura e pecuária.

O decreto que cria o Registro Nacional de Tratores e Máquinas Agrícolas (Renagro) foi assinado em março deste ano. A determinação torna obrigatório, em todo território nacional, o registro de tratores e demais aparelhos automotores destinados a puxar ou a arrastar maquinaria agrícola, ou a executar trabalhos agrícolas.

Plataforma

A Plataforma Nacional de Registro e Gestão de Tratores e Equipamentos Agrícolas (ID Agro) é um aplicativo que interliga fabricantes, autorizadas, proprietários, Sistema CNA/Senar e Ministério da Agricultura para registro de propriedade de tratores e demais aparelhos automotores destinados a puxar ou a arrastar maquinaria agrícola ou a executar trabalhos agrícolas, em atendimento a lei 13.154/2015.

Para fazer o registro, é necessário ter cadastro no aplicativo ID Agro, inserir os dados pessoais; ter a nota fiscal do bem e procurar uma agência autorizada da marca do equipamento.

(Débora Damasceno/Sou Agro com FPA)

 

(Foto: Faep)

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.