Produtores começam a receber crédito do Plano Safra 2022/2023

Compartilhar

#souagro| Os produtores rurais que já haviam encaminhado as propostas para as instituições de crédito começaram a receber o dinheiro disponibilizado pelo Plano Safra 2022/2023.

As propostas que foram encaminhadas pelos produtores às agências bancárias e às cooperativas já tiveram a liberação. Os agricultores que desejarem aderir ao financiamento para custeio de produção podem encaminhar propostas, a partir de agora, já com a garantia do recebimento.

 

Nós, do Portal Sou Agro, adiantamos, ainda pela manhã, que o valor de R$ 1,2 bilhão para equalização de juros do plano safra foi publicado no Diário Oficial da União ainda na noite de terça-feira (19).

No documento, o ministro da economia autorizou a estabelecer as condições para o pagamento de equalização de taxas de juros que trata de financiamentos rurais concedidos a partir da data de publicação da portaria até 30 de junho de 2023, no âmbito do Plano Safra 2022/2023.

 

Na publicação constam 11 bancos e cooperativas de crédito autorizados a operar as linhas de créditos com equalização de juros.

Com recursos distribuídos totalizando R$ 115,8 bilhões, os bancos e cooperativas autorizados a conceder as contratações são: Banco do Brasil com R$ 41,4 bilhões, Banrisul com R$ 2 bilhões, BDMG com R$ 30 milhões , BNDES com R$ 19,8 bilhões, BRDE com R$ 490 milhões, Caixa com R$ 11,8 bilhões, Credialiança com R$ 36 milhões , Credicoamo com R$ 127 milhões, Cresol com R$ 848,7 milhões, Sicoob com R$ 24 bilhões e Sicredi com R$ 14,9 bilhões.

 

Sobre o Plano Safra

O governo federal lançou o Plano Safra 2022/2023 em um total de R$ 340,88 bilhões em financiamentos para apoiar a produção agropecuária nacional até junho do próximo ano. O valor, segundo o Ministério da Agricultura, representa aumento de 36% em relação ao plano safra anterior, que disponibilizou R$ 251 bilhões a produtores rurais.

 

Do total de recursos disponibilizados, R$ 246,28 bilhões serão destinados ao custeio e comercialização, uma alta de 39% em relação ao ano anterior. Outros R$ 94,6 bilhões serão para investimentos, um incremento de 29%.

(Tatiane Bertolino/Sou Agro)

 

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.