Mercado europeu está na mira do pescado brasileiro

Compartilhar

O presidente da Comissão Nacional de Aquicultura da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Francisco Hidalgo Farina, e a diretora de Relações Internacionais da entidade, Sueme Mori, reuniram-se com adidos agrícolas do Brasil na União Europeia (UE) para discutir a abertura do mercado europeu para o pescado nacional.

“O setor produtivo já perdeu muito e nesse momento precisamos de respostas rápidas”, afirmou Farina, ao citar a suspensão de importações de pescado por parte da União Europeia.

“A suspensão ocorreu devido a restrições na frota de barcos pesqueiros do País, que não envolvem a aquicultura, mas acabaram prejudicando o setor”, ressaltou.

 

O presidente da Comissão sugeriu ainda a realização de um Festival Internacional do Tambaqui da Amazônia para promover o pescado nacional. No País, o festival é realizado anualmente por meio da parceria entre Sebrae, Associação de Criadores de Peixes do Estado de Rondônia (Acripar) e governo estadual.

Para os adidos agrícolas Guilherme Costa e Bernardo Todeschini, o Festival Internacional pode ser um evento importante para a promoção do pescado brasileiro na UE, aumentando o conhecimento da população europeia sobre o pescado produzido de forma técnica no Brasil.

 

Também participaram da reunião a coordenadora de Produção Animal da CNA, Lilian Figueiredo, e os assessores técnicos Elena Castellani e Pedro Rodrigues.

(Fonte: CNA)

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.