ESPECIAIS

Quadrilha gera prejuízo de mais de R$ 50 milhões ao agronegócio; saiba como

Compartilhar

#souagro| Uma investigação terminou com várias pessoas presas por envolvimento em uma quadrilha especializada em subtrações e venda de agrotóxicos falsos, no estado de Goiás.

Segundo a investigação, os presos são articuladores de um grande esquema, trazendo “agrotóxicos” falsos do Mato Grosso Sul para o estado de Goiás, onde colocam outras embalagens similares às originais. Os levantamentos policiais começaram há seis meses e demonstram que a quadrilha lucrava mais de 500% em cada carregamento trazido para o estado. Segundo o delegado Alexandre Bruno, titular da especializada, o prejuízo é estimado em R$ 50 milhões ao agronegócio.

VEJA O VÍDEO:

 

Na ocasião, além dos presos, também foi apreendida uma carga com mais de uma tonelada e meia de um agrotóxico em que a fabricação, comercialização e uso no Brasil são proibidos por lei, esse produto ilegal está avaliado em aproximadamente R$ 3 milhões de reais.

Segundo o delegado, esse agrotóxico irregular tem sido utilizado em lavouras de milho e soja para substituir defensivos agrícolas legais, fato que tem causado prejuízos astronômicos à saúde humana e econômicos a produtores rurais que são enganados e adquirem as mercadorias achando estar fazendo um bom negócio.

A operação denominado “Envenenados” envolveu a Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar), em conjunto com Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar, Ibama e Secretaria de Economia.

 

No ato da prisão dos envolvidos, foram apreendidos também carros e um caminhão utilizados pelo grupo criminoso. Todos os produtos serão incinerados com o auxílio do Ibama.

(Débora Damasceno/Sou Agro com PC/Goiás)

(Foto: PC/Goiás)

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.