Saiba como está o preço do trigo pago ao produtor paranaense

Compartilhar

#souagro| O preço do trigo se mantém em alta no Paraná. Os triticultores receberam em média R$ 110 pela saca de 60 quilos, segundo boletim semanal do Deral (Departamento de Economia Rural) da Seab (Secretaria de Agricultura e Abastecimento).  O boletim se refere ao período de 1º a 7 de julho.

Comparativamente ao mesmo período de 2021, os preços recebidos pelo produtor de trigo em junho estão 36% mais altos – de R$ 79,01 para R$ 107,61.

De acordo com o Deral, a há a expectativa de grandes moageiras aumentarem os preços de venda das farinhas de trigo nos próximos dias. Em junho de 2022, o valor médio das farinhas especiais no mercado atacadista foi 31% superior a junho do ano anterior, de R$139,35 para 183,11 a saca de 50 kg.

 

Enquanto isso, graças ao valor do trigo, o preço médio do pão francês no varejo chegou a R$ 11,60 o quilograma, 3% superior ao registrado no mês anterior (R$ 11,22) e 15% acima do registrado em junho de 2021 (R$ 10,12). Com os reajustes anunciados, farinhas e pães devem acumular nova valorização em julho, apesar das dificuldades do mercado consumidor.

Milho e soja

Com as condições de clima favoráveis nos últimos sete dias, a colheita da segunda safra de milho 21/22 avançou no Paraná. Nesta semana, o percentual colhido atingiu 10% de uma área total de 2,7 milhões de hectares. Também se observou no relatório desta semana que 64% da área já se encontra em maturação e o restante (36%) em frutificação.

 

Quanto à primeira safra de soja 21/22, a comercialização atingiu 68% da produção no relatório divulgado semana passada. Já a comercialização da segunda safra chegou a 64% de uma produção estimada de 127 mil toneladas.

Fruticultura

O boletim traz ainda um panorama mundial, nacional e estadual da produção de abacate. No Paraná, a produção está concentrada na região Norte (75%), sendo no município de Apucarana o principal produtor (8,1% do total), Arapongas o segundo (8%) e Assaí o terceiro (7,7%), de acordo com o Deral. Sobre a olericultura, os técnicos analisam a variação de preços da cenoura e do tomate no varejo nos últimos meses.

 

Leite e Mel

As novas pesquisas de preços no varejo e preços recebidos pelo produtor publicadas pelo Deral, referentes a junho de 2022, indicaram que o litro de leite longa vida apresentou uma alta mensal de 18%, atingindo o valor médio de R$ 5,61 no Estado. Os motivos do aumento incluem fatores como a diminuição na oferta de alimento, o elevado preço das sacas de soja e milho, do sal mineral e dos combustíveis, entre outros.

Os técnicos do Deral apresentam também no boletim da semana informações sobre as exportações de mel. Considerando os primeiros cinco meses de 2022, o Paraná continua a ocupar a segunda posição no ranking da exportação de mel in natura, com receita cambial de US$ 11,207 milhões e volume de 2.975 toneladas.

 

Avicultura

Nos cinco meses de 2022 a exportação brasileira de carne de frango cresceu 7,5% em volume e 33,5% em faturamento, segundo o sistema Agrostat do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. No Paraná, ocorreu um crescimento tanto no volume exportado (+10,2%) como no faturamento (+42,7%).

(Tatiane Bertolino/Sou Agro – com Agência Estadual de Notícias)

Foto: Jaelson Lucas/Arquivo AEN

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.