ESPECIAIS

Conheça a nova tecnologia que prevê aumento de vida útil das estradas rurais

Compartilhar

#souagro| Uma nova tecnologia que está sendo utilizada nas estradas rurais de Cascavel, no Oeste do Paraná, prevê o aumento da vida útil nas vias do interior. Em um trecho de três quilômetros, na linha Nova União-Santa Luzia, no Reassentamento São Francisco, está sendo aplicado um produto estabilizante que reduz os gastos com a manutenção das estradas e pode ser usado como base para a pavimentação.

“Não é um asfalto. É um produto que impermeabiliza e estabiliza o solo. Ele é a base para pavimentação, podendo ser aplicado para manutenção da estrada, aumentando o tempo de vida útil das vias e consequentemente sua manutenção”, explicou o químico, Emerson de Oliveira, responsável pela aplicação do produto.

 

Os investimentos são feitos para melhorar o escoamento da produção do município: “Diante do grande desafio de 3,5 mil km de estradas rurais, temos a pedra irregular, o TST, o asfalto, mas precisamos ter mais opções. Essa alternativa é rápida, econômica e eficiente. E um novo modelo que estamos trazendo para Cascavel. Estamos fiscalizando, testando e aprovando esse novo sistema”, disse o prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranho.

O novo sistema tem muitos benefícios para os produtores: “Esse material tem o efeito de compactação do solo. Vimos essa tecnologia em alguns municípios da região Oeste, onde ele acaba compactando o solo de tal forma que tenha uma durabilidade muito maior que qualquer sistema convencional, que é adequação e cascalhamento. É uma alternativa que a gente está testando para que a gente possa ampliar e possa usar na malha viária de Cascavel”, observa o secretário de Agricultura, Renato Segalla.

 

estradas estradas

 

Para a boa absorção do produto, os servidores da Secretaria de Agricultura precisam fazer a aplicação seguindo algumas etapas. A primeira delas é o ensaio do solo feito em laboratório para identificar o volume correto do produto a ser usado em cada obra. Em seguida, é feita a distribuição do impermeabilizante no solo e a incorporação através do uso de grades. Quanto mais homogênea for a incorporação, melhor será o resultado prático a ser obtido na aglutinação das partículas do solo.

É necessário também controlar a umidade do solo. A compactação da estrada é outra etapa imprescindível do processo de aplicação do impermeabilizante e é feita através de rolos compactadores. O acabamento final acontece com a motoniveladora dando a uniformidade em toda a extensão da via que recebeu o produto. “ O solo tratado com o estabilizante proporciona condições de resistência ao tempo, mesmo com a incidência de chuva ocasional”, detalha o químico Emerson de Oliveira.

estradas

Após a conclusão deste trecho, o estabilizante será aplicado também, em quatro quilômetros, nas estradas São João e São Pedro e Linha Andruchevitz, no Distrito de São João.

 

MAIS INVESTIMENTOS
Nesta sexta feira (8), a Secretaria de Agricultura fará a entrega de seis equipamentos rodoviários que totalizaram o investimento de R$ 4.476.686,00, sendo duas escavadeiras hidráulicas com investimento de R$ 1.173.994,80 do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e uma contrapartida do Município de R$ 289.005,20 e quatro retroescavadeiras, rolo compactador e pá carregadeira e mais dois veículos.

(Débora Damasceno/Sou Agro com Prefeitura de Cascavel)

 

(Fotos: Prefeitura de Cascavel)

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.