Plano Safra: “Juro alto não é bom para setor produtivo”, avalia economista

Compartilhar

#souagro| O novo Plano Safra, lançado pelo Governo Federal no último dia 29, tem como principal preocupação dos produtores rurais as taxas de juros. Para custeio e comercialização da Agricultura Familiar, a taxa é de 5% a 6% de juros ao ano. Para os pequenos produtores, de 8%. E para os demais, 12% ao ano.

Os programas de investimento estão com juros previstos de 7% a 12%. A nossa equipe, do Sou Agro, conversou com um economista para saber do reflexo disso tanto para o produtor quanto para a economia. “Não tem tanto subsídio assim e a taxa, principalmente a de dois dígitos, é muito próxima da taxa Selic. Com isso, o custo da produção rural fica maior”, avalia Lúcio Scheuer.

 

Por mais que o valor liberado seja gigantesco, o juro mais alto traz uma retração para a economia do país. “O governo prevê isso para conter a inflação. Mas, com juros mais altos, a economia também fica mais retraída e não é bom para o setor produtivo”, afirma o economista.

 

Confira a tabela de juros:

 

Valores

O Governo Federal lançou o tão esperado Plano Safra 2022/2023 com valor de R$ 340,88 bilhões. O plano vale até junho do próximo ano. O aumento é de 36% em relação ao plano anterior.

 

Do total, R$ 246,28 bilhões serão destinados ao custeio e à comercialização, alta de 39% em relação ao ano anterior. Outros R$ 94,6 bilhões serão para investimentos, um crescimento de 29%. Segundo o Governo Federal, os recursos com juros controlados somam R$ 195,7 bilhões e com juros livres R$ 145,18 bilhões.

(Tatiane Bertolino/Sou Agro)

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.