Colheita de feijão pode ser prejudicada pela chuva

Compartilhar

#souagro | A produção do feijão safrinha está perto de ser concluída. Algumas lavouras já estão sendo colhidas, outras começam na próxima quinzena do mês de maio. As maiores preocupações são do excesso de chuva no período da colheita.

No início do plantio do feijão o tempo foi de seca, o que preocupou os produtores, mas no decorrer da produção, a chuva foi regular, por isso a colheita deve ser boa, como relata Willian Eduardo, produtor de feijão no Paraná, que diz que esta será uma das melhores em anos.

 

 

“Faz dez anos que eu e meu pai plantamos feijão, acreditamos que este ano é o melhor feijão que tivemos. Desde o estado inicial ele nasceu bem, não teve nenhum problema com doença de solo nem praga. Mesmo que a safra verão tenha sido ruim, agora a safrinha vai virar ‘safrão’. Porque neste ano tivemos um bom regime de chuva”, afirma.

De acordo com o engenheiro agrônomo, Airton Citolin, o problema de seca no início do plantio não afetou as produções. “No começo do plantio faltou chuva, mas depois o tempo correu bem, praticamente todas as áreas estão muito boas. Já tem áreas começando a colher, estamos esperando uma produtividade muito boa”, relata.

 

 

A grande preocupação dos produtores agora, é de que a chuva atrapalhe na colheita, mas se o tempo abrir a colheita será boa. “Único problema é o excesso de chuva, pode perder a qualidade de grão, isso acaba tendo uma depreciação e perde um calor comercial. O Feijão está muito bonito, muito sadio. O pegamento de flor e vagem foi muito alto, os pés estão bem carregados. Estamos esperando em torno de 40 sacas por hectare”, finaliza Willian.

De acordo com o engenheiro agrônomo, Ronaldo Coutinho, por enquanto o sol deve predominar e praticamente todo o Estado, volta a chover depois do dia 12, mas com pouco volume e por pouco tempo, o que não deve atrapalhar na colheita da safrinha de feijão. “O mês de maio será acima da média na chuva, mas um mês seco, porque 90% da chuva foi agora, nos primeiros quatro dias, a partir desta quinta-feira, praticamente não chove ne Estado por um bom tempo”, explica Coutinho.

 

Assista a reportagem no vídeo abaixo:

 

(Ageiél Machado/Sou Agro)

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.