ESPECIAIS

Por que está fazendo tanto frio em 2021?

SOUAGRO | A passagem de massas de ar frio é comum nesta época do ano em boa parte do Brasil. No entanto, a magnitude e frequência desses fenômenos podem ter sido alterados pelas mudanças climáticas. O Sul do País, por exemplo, vem sofrendo com o frio frequente, com episódios de geada e até mesmo de neve.

Perguntamos para o Engenheiro Agrônomo, Ronaldo Coutinho do Canal do Tempo, qual é a explicação de 2021 está superando as temperaturas negativas.

‘’Um dos fatores que fazem que nosso inverno seja frio é fenômeno La Niña, que é o resfriamento do Oceano Pacífico, aliado também ao fato que o Atlântico está mais frio’’.

O profissional também apontou que o resfriamento do Polo Sul está influenciando. ‘’Esse ano, outro detalhe é que o Polo Sul tem ficado mais frio do que o normal. Já são quase dois anos que ele tem ficado mais frio na maior parte do período. As massas de ar frio que se soltam na nossa direção, além de virem com mais frequência, elas vêm mais fria. Então nós tivemos poucos períodos de calor durante esse inverno’.

ASSISTA A EXPLICAÇÃO DO ENGENHEIRO AGRÔNOMO

Previsão do tempo indica 3 ondas de frio em agosto

O mês de agosto começa com poucas chuvas e a expectativa é de que o cenário das precipitações seja distinto. Para os próximos cinco dias, a chuva segue concentrada principalmente no extremo Norte do país e na faixa litoral do Nordeste. Será apenas no dia 8 de agosto que as precipitações retornam ao Sul, com chance de 15 mm para o Rio Grande do Sul. Para o dia 15, a condição para uma chuva mais expressiva aumenta e ela deve atingir, além do Sul, áreas do Sudeste.

(AMANDA GUEDES / SOU AGRO / CANAL RURAL) 

Compartilhe em suas redes sociais:

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.