Carne bovina brasileira ganha cada vez mais lugar no mercado externo

Compartilhar

#souagro| Agosto foi um mês histórico para as exportações brasileiras de carne bovina. Os resultados de uma movimentação de 230.199 toneladas representam um aumento de 8,6% no volume e 15,8% na receita (US$ 1,36 bilhão). Os dados são da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), que compilou os dados fornecidos pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Economia

De acordo com a avaliação, este é o maior volume mensal e de receita já movimentado dentro da série histórica das exportações de carne bovina. Em 2021, as vendas no mesmo mês, foram de 211.887 toneladas e a receita de US$ 1,175 bilhão.

 

A Abrafrigo avalia que este resultado tão positivo é reflexo do aumento das compras pela China que, nesta época do ano, começa a preparar os estoques para as comemorações do Ano Novo Lunar que, em 2023, começa em 22 de janeiro, período em que o consumo de carne é alto naquele país. Para se ter uma ideia só a China comprou do Brasil, 131.884 toneladas em agosto.

Com este resultado, as exportações acumuladas de janeiro a agosto somam crescimento de 18,4% no volume e de 40,7% na receita. Em 2021, o Brasil enviou para a China, até agosto, 600.588 toneladas com receita de US$ 3,135 bilhões. Em 2022, a exportação cresceu 31% no mesmo período, com receita de 69,7% a mais. Com isso, a China é a responsável por adquirir 51,8% das exportações brasileiras do produto, e por 60,3% da receita.

 

Os Estados Unidos continuam elevando as importações e são segundo maior cliente do país: até agosto compraram 85,2% a mais que no passado. O terceiro maior cliente foi o Egito, com alta de 96,8% nas  importações que passaram de 41.313 toneladas em 2021 para 81.316 toneladas em 2022.

(Débora Damasceno/Sou Agro com dados da Abrafrigo)

(Foto: Envato)

 

 

 

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.