Abate de suínos alcança recorde histórico; Paraná é o segundo maior responsável pelo resultado

Compartilhar

#souagro| O Paraná é o segundo maior produtor de suínos do Brasil, lembrando que o Oeste do estado tem grande contribuição nisso, afinal, Toledo, conhecida como cidade do porco está no topo do ranking quando se fala em rebanho suíno paranaense.

Falando em abate dos suínos, o segundo trimestre de 2022 é marcado por um recorde histórico, com 14,07 milhões de cabeças abatidas, o maior número desde o início da série histórica, em 1997.. O resultado vem da Estatística da Produção Pecuária, divulgados nesta terça-feira (06/09) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

 

Claro que o Paraná manteve a segunda posição deste ranking ficando atrás apenas de Santa Catarina. Segundo os dados, o abate de suínos teve altas em 19 das 25 Unidades da Federação participantes da pesquisa.

Entre os estados com participação acima de 1,0%, ocorreram aumentos em: Santa Catarina (+270,04 mil cabeças), Paraná (+258,35 mil), Rio Grande do Sul (+108,05 mil), São Paulo (+103,45 mil), Mato Grosso do Sul (+78,29 mil), Minas Gerais (+75,68 mil) e Goiás (+43,49 mil). A queda mais expressiva ocorreu em Mato Grosso (-40,26 mil).

 

Santa Catarina continua liderando o abate de suínos, com 28,4% da participação nacional, seguido por Paraná (20,9%) e Rio Grande do Sul (17,1%).

(Débora Damasceno/Sou Agro com dados do IBGE)

(Foto: Envato)

 

VEJA TAMBÉM:

 

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.