ESPECIAIS

Navio com grãos da Ucrânia deve chegar ao Líbano no fim de semanal

Compartilhar

#souagro| O primeiro navio de carga transportando grãos que partiu da Ucrânia graças a um acordo histórico está a caminho de seu destino, o Líbano, onde deve chegar no próximo fim de semana.

Carregamentos de grãos da Ucrânia foram interrompidos pelo bloqueio da Rússia no Mar Negro. O navio, que transporta milho ucraniano, partiu na segunda-feira do porto de Odessa, no sul da Ucrânia. Na quarta-feira (3), ele foi inspecionado por três horas ao largo da cidade de Istambul, na Turquia, antes de ir rumo ao Líbano.

 

Dezesseis outros navios de carga permanecem no sul da Ucrânia para transportar mais grãos. Resta saber, agora, se os carregamentos poderão continuar em meio à ofensiva da Rússia na região.

Sobre o acordo

Foi assinado no dia 20 de julho o acordo para retomada das exportações de grãos da Ucrânia, pelo Mar Negro. A informação foi confirmada por autoridades da ONU (Organização das Nações Unidas) e da Ucrânia.

As partes envolvidas chegaram a um acordo e foi assinado o termo. O acordo pode liberar cerca de 18 milhões de toneladas de trigo, milho e outros grãos que a Ucrânia deixou de exportar por causa da guerra contra os russos.

Tudo isso contribuiu para um aumento dos preços globais de alimentos que teria provocado protestos em 17 países .

 

Mesmo com os governos chegando a um acordo, navios privados, seguradoras e tripulações marítimas podem hesitar em movimentar cargas de Odessa e outros portos da zona de guerra, dada a ameaça de novos ataques, Tanto Rússia quanto Ucrânia colocaram minas marítimas no Mar Negro que representam perigo para o deslocamento de qualquer navio na área.

A Ucrânia exportou cerca de 2 milhões de toneladas de grãos em junho por via terrestre e por meio de navios menores saindo do rio Danúbio para o Mar Negro, segundo autoridades ucranianas. Além dos grãos retidos atualmente na Ucrânia como resultado da invasão, há o desafio de como armazenar ou exportar a próxima safra de verão do país, estimada em 65 milhões de toneladas.

(Tatiane Bertolino/Sou Agro)

Fonte: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.