Suinocultor deve ficar atento a soluções para melhorar a saúde e desempenho dos animais

Compartilhar

#souagro| As soluções para melhorar a saúde e desempenho dos animais deve ser uma atenção constante do suinocultor. É justamente isso que motiva as novidades no mercado de suínos. As recentes restrições ao uso de melhoradores de desempenho levam os suinocultores a buscar opções que mantem a produtividade e ofereçam bem-estar. Nesse processo, a saúde intestinal é prioridade.

“Problema recorrente nos plantéis, os surtos de doenças causadas por agentes patógenos merecem cuidado sanitário especial. Algumas bactérias afetam diretamente o trato gastrointestinal dos suínos, desviando energia da dieta para manutenção e recuperação animal, dificultando a absorção de nutrientes e levando a perda de desempenho. Em casos mais graves, essas doenças podem gerar grandes perdas econômicas, com elevação da taxa de mortalidade e de conversão alimentar”, explica Maria Carolina Toth Tonelli, gerente de produto da MCassab Nutrição e Saúde Animal.

 

 

A especialista da MCassab afirma que a saúde intestinal é fundamental para o bom desempenho produtivo do plantel. “A saúde intestinal é vital, não apenas a absorção de nutrientes fica comprometida, mas também o sistema endócrino e a resposta imunológica dos animais. O suinocultor precisa estar atento as soluções disponíveis para que o processo de redução do uso de moléculas antimicrobianas não afete a saúde e desempenho dos animais”, complementa Toth.

Como eficaz opção para reduzir os impactos causados pelas bactérias, os produtores estão recorrendo a soluções naturais como Bioative Pro, um blend de aditivos nutricionais, contendo probióticos, óleos essenciais e tributirina, substâncias que favorecem o equilíbrio intestinal, contribuindo para a melhor performance e aproveitamento dos nutrientes da dieta. Essas substâncias trabalham de forma sinérgica e são conhecidas por agirem não somente como substitutos de melhoradores de desempenho, já que seu uso pode ser associado a antimicrobianos para a garantia de uma boa saúde intestinal.

Eduardo Lima, coordenador de produto da MCassab Nutrição e Saúde Animal, destaca que “Os óleos essenciais, quando presentes na dieta dos suínos, contribuem na redução de agentes patógenos causadores de doenças, além de auxiliar na diminuição da inflamação intestinal, já os probióticos podem colonizar e favorecer as  bactérias benéficas no trato gastrointestinal, que por sua vez ajudam na produção de enzimas, vitaminas vitais e ácidos graxos de cadeia curta para o organismo dos animais e a tributirina atua como fonte de energia para as células intestinais, contribuindo para a modulação do microbioma e manutenção de um intestino saudável”, explica.

Essas soluções podem ser usadas de maneira preventiva e como adjuvante para tratamentos em que haja necessidade de uso de antimicrobianos. A MCassab, presente há mais 50 anos no mercado de Saúde e Nutrição Animal, oferece o BioAtive PRO para reduzir os impactos dos desafios enfrentados pelos suínos ao longo das fases de vida.

“Trata-se de um produto completo para manter a integridade e a saúde intestinal dos animais. Ele deve ser aplicado na ração desde o desmame até a terminação do animal. O produtor deve priorizar um programa nutricional e antimicrobiano de qualidade, evitando assim perdas que impactam diretamente a produtividade”, Valéria Moreira, coordenadora de produtos da MCassab Nutrição e Saúde Animal.

(Débora Damasceno/Sou Agro com Assessoria)

 

(Foto: reprodução internet)

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.