Safra com robôs? Conheça a máquina que faz a colheita de frutas

Compartilhar

#souagro| Uma colheita totalmente robotizada, é nisso que os donos de uma fazenda em Portugal apostaram para a safra de framboesas. A propriedade é administrada pela Summer Berry Company que resolveu inovar com o uso de robôs que trabalham 24 horas por dia.

A máquina que tem quase 2 metros de altura é equipada com quatro braços de plástico que colhem as framboesas e custa 2 milhões de libras esterlinas, o que representa aproximadamente R$ 11,9 milhões.

 

VEJA COMO A MÁQUINA FUNCIONA

A primeira versão do equipamento, foi testada no Reino Unido, há 3 anos e tinha um braço de colheita que se aproximava da fruta levando um minuto para a colheita. Desde então, a tecnologia de sensores foi refeita para reduzir esse tempo.

 

A Fieldwork Robotics, uma empresa da Universidade de Plymouth, do Reino Unido, foi quem desenvolveu o robô. As informações são de que as máquinas foram desenvolvidas por conta da escassez de trabalhadores sazonais em toda a Europa e são as primeiras do mundo a operarem na colheita da fruta.

“Estamos fazendo um progresso real no desenvolvimento de nossos robôs de colheita. As framboesas são muito sensíveis, por isso tivemos que desenvolver uma tecnologia que possa aplicar pressão suficiente para liberar a fruta do caule sem danificá-la. Ao mesmo tempo, nossos sensores agora são tão avançados que podem dizer se a fruta está pronta para ser colhida ou não, ou seja, o que pode ser vendido é tudo o que é colhido”, disse Rui Andres, executivo-chefe da Fieldwork, em entrevista ao The Guardian.

 

Atualmente os robôs colhem cerca de 1kg de fruta por hora, mas a expectativa é que essa produtividade ultrapasse os 4kg por hora, com meta de colher 25 mil framboesas por dia. O executivo-chefe da Fieldwork ainda destacou que seus equipamentos não foram desenvolvidos para tomar o lugar dos humanos, mas para ajudar: “Algumas pessoas temem que roubemos empregos, mas [os agricultores] não conseguem encontrar trabalhadores suficientes no momento”, enfatizou.

Os robôs autônomos também estão sendo testados na colheita de tomates e couve-flor. A expectativa é que eles sejam usados também para pulverizar plantações. Isso é possível porque os robôs podem ser adaptados para diversas tarefas.

(Débora Damasceno/Sou Agro com agências)

 

(Foto e imagens: Fieldwork Robotics)

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.