Feira Internacional debate infraestrutura e transportes em Foz do Iguaçu

Compartilhar

#souagro |Começou nesta quinta-feira (11) em Foz do Iguaçu e segue até sábado (14), o Fórum Internacional de Logística Multimodal Sustentável (FILMS). O foco principal é debater sobre infraestrutura e transportes para baratear fretes e tornar os produtos da região mais competitivos.

Na abertura o ministro João Carlos Parkinson de Castro, da carreira diplomática do Ministério das Relações Exteriores, ressaltou que sistemas logísticos eficientes levam desenvolvimento aos países e transformam a realidade das cidades. Ele ainda defendeu a implantação do corredor ligando os oceanos Atlântico e Pacífico para reduzir distâncias e o custo do transporte para o acesso a mercados.

 

 

“Um corredor passa por onde tem carga e há trabalho, leva riqueza, investimentos e oferta de trabalho com qualidade. Vimos agora um aumento sem precedentes de fretes marítimos e enormes dificuldades para se obter frequências pelo mar e encontrar contêineres. Corredores logísticos respondem a essas questões”, enfatizou.

De acordo com o ministro, a rota bioceânica representará uma mudança importante na logística do Paraná e em sua inserção na região. Garantirá melhor acesso aos mercados asiáticos, favorecendo o desenvolvimento da maquila no Paraguai e a exportação de produtos com mais valor agregado.

“Produtos brasileiros, paraguaios, argentinos e chilenos serão exportados para Ásia, Costa Oeste das Américas, Peru, Colômbia e Equador com maior eficiência e menor custo e tempo”, elencou. “Essa rota promoverá investimentos, digitalização de sistemas logísticos e melhor integração aduaneira”, completou.

O Coordenador do evento logístico, Danilo Vendruscolo, afirmou que a representatividade do fórum fortalece a agenda pública para a criação do Corredor Bioceânico Multimodal de Capricórnio, ligando portos do Chile ao de Paranaguá, conectando Argentina e Paraguai. “Reduzindo, assim, em 30% os custos para os transportes de cargas e atraindo investimentos”, afirmou.

O embaixador do Paraguai no Brasil, Juan Ángel Delgadillo, disse que o governo de seu país está à disposição para contribuir com soluções logísticas na região. “Nós, dos governos, temos o papel de ser a voz para levar as demandas à prática, trabalhando sempre juntos, setor público e privado”, declarou.

Assista à reportagem:

(Ageiél Machado com assessoria)

 

 

(Foto: Flux Produtora)

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.