Mulheres do agro prontas para novos desafios

Compartilhar

 

Novos desafios: na última quinzena de novembro, a Comissão Estadual de Mulheres da FAEP realizou uma série de eventos para alinhar ações e fomentar a mobilização feminina no meio rural e novos desafios. Nos dias 22 e 23 do mês passado, as coordenadoras estaduais estiveram reunidas no Centro de Treinamento Agropecuário de Ibiporã (CTA), do Sistema FAEP/SENAR-PR, no Norte do Paraná, para elaborar o planejamento estratégico para 2022.

“A comissão agora se prepara para entrar em uma nova fase. Quando começamos, éramos algumas mulheres que se conheciam. Ao longo deste primeiro ano o grupo ficou mais  maduro e integrado. Estamos unidas pela vontade de fazer esse movimento feminino acontecer”, destaca a coordenadora da Comissão Estadual de Mulheres da FAEP, Lisiane Rocha Czech.

Além da organização do planejamento estratégico para o próximo ano, o grupo revisou o que foi colocado em prática em 2021, constatando que todos os itens da proposta foram cumpridos. Ainda, a comissão participou de uma apresentação do workshop Agro PRO, iniciativa desenvolvida pelo Sistema FAEP/SENAR-PR e que faz parte do Programa de Sustentabilidade Sindical (PSS). O objetivo deste projeto é demonstrar a importância da representatividade para o produtor rural, por meio de dinâmicas e jogos.

No dia 24 de novembro, as coordenadoras estaduais es- tiveram em Sertanópolis, 28 quilômetros de distância de Ibiporã, para uma visita técnica ao Moinho Globo, empresa líder no setor de moagem e processamento de trigo no Paraná. A presidente da empresa, Paloma Venturelli, no cargo desde abril, conversou com o grupo, por representar este movimento ascendente de mulheres em cargos de liderança. Ela é a primeira mulher a assumir o cargo em 67 anos do Moinho Globo. Segundo Lisiane, a visita foi um momento de imersão para a comissão estadual, que pode trocar ideias e adquirir conhecimento a partir da experiência da presidente.

Por fim, o grupo participou de uma mobilização do Sindicato Rural de Sertanópolis para a criação de comissões locais e definição de novos desafios. A ação vem sendo desenvolvida em diversas regiões do Estado para fortalecer os sindicatos rurais e aumentar a representatividade feminina no campo.

O evento reuniu 76 mulheres da região e contou com a participação de autoridades, como a prefeita de Sertanópolis, Ana Ruth Secco, e a presidente da Câmara Municipal, Leila de Cassia Pissinati Gomes. Também estiveram presentes colaboradores e integrantes da diretoria dos sindicatos rurais de Alvorada do Sul, Ibiporã e Londrina, além de Sertanópolis. “Com o apoio que estamos recebendo, nos sentimos mais fortes e corajosas. É emocionante ver tantas mulheres se sentindo motivadas. As comissões locais têm sido importantes porque percebem que esse movimento está acontecendo em outros lugares e querem participar também. O sistema só tem a ganhar com isso”, avalia Lisiane, que também é presidente do Sindicato Rural de Teixeira Soares e vice-presidente da FAEP.

 

Fonte: CNA

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.