Maior usina de hidrogênio verde do mundo será construída no Brasil

Compartilhar

A Enegix Energy investiu R$ 29 bilhões para construir a maior usina de hidrogênio verde do mundo no Brasil, em seu projeto Base One.

A usina ficará situada no estado do Ceará, e somente sua instalação contará com esse grande investimento original de US$ 5,4 bilhões (R$ 29 bilhões em conversão direta). Essa nova instalação será responsável por entregar mais de 600 milhões de kg de hidrogênio verde anualmente, a partir de 3,4 GW de energia renovável firme.

Um memorando de entendimento já foi assinado entre a Enegix Energy e o atual governador do Ceará (CE), Camilo Santana. Além disso, outro memorando também foi assinado entre a Enegix e uma empresa internacional de engenharia e consultoria, que deverá realizar um estudo de viabilidade técnica.

Maior usina de hidrogênio verde do mundo no Ceará

Projetos serão instaladas próximos ao Porto do Pecém, em área destinada na ZPE do Ceará(foto: JÚLIO CAESAR)

O Ceará foi escolhido devido ao seu vento e sol abundantes onshore e offshore (Os serviços offshore, como dito, são aqueles feitos a partir da costa marítima de determinada localidade. Já os onshore são conhecidos por estarem localizados em terra, ou seja, distantes da costa) durante todo o ano, e o estado deverá oferecer a infraestrutura para a implantação de projetos eólicos e solares previamente combinados.

Além disso, também proporcionará sua localização estratégica, com um acesso direto a todos os principais mercados internacionais. Uma área industrial de 500 hectares já foi reservada próxima ao Porto do Pecém, a fim de oferecer essa infraestrutura de classe mundial e a água, que é necessária para o processo de eletrólise.

De acordo com o CEO da empresa, Wesley Cooke, o objetivo é criar um modelo, capaz de reduzir custos e a dependência de fontes emissoras de carbono. Atualmente, a Enegix Energy está buscando fontes de financiamento, através de uma rodada de investimentos.

O que é usina de hidrogênio?

A usina de Hidrogênio Verde deve gerar o combustível limpo com garantia de origem renovável, além de desenvolver um roadmap com análises de cenários de escalabilidade, considerando todos os elos a jusante e montante da  produção do hidrogênio. Ao longo do projeto, serão analisados a cadeia produtiva do gás; modelos de negócios; parcerias estratégicas com indústrias, empresas de serviços e empresas automotivas; geração e armazenamento do combustível; e adaptações em mobilidade utilizando o gás hidrogênio, nos transportes rodoviário, ferroviário, aéreo e marítimo.

Este método utiliza a corrente elétrica para separar o hidrogênio do oxigênio que existe na água. Por esta razão, se essa eletricidade for obtida de fontes renováveis, então produziremos energia sem emitir dióxido de carbono na atmosfera.

Futuro do projeto

Após a rodada de investimentos acabar, a empresa deverá iniciar o processo de obtenção de licenças ambientais e de licenças sociais.

A construção do Base One deverá levar de 3 a 4 anos, gerando milhares de empregos diretos e indiretos durante essa fase, além da contratação de funcionários operacionais para gerenciar a usina em tempo integral.

CLIQUE AQUI E SIGA O PORTAL SOU AGRO NO INSTAGRAM

Ao utilizar essa energia zero emissões, é esperado que sua potência possa ser expandida para até 100 GW, atendendo uma demanda global.

O estado do Ceará deverá se destacar com o projeto, se tornando um importante exportador de hidrogênio junto a Enegix como produtora de energia renovável.

Clique e faça parte do grupo de WhatsApp do Sou Agro

FONTE – TECMUNDO

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.