ESPECIAIS

Saiba como evitar tétano em equinos

Compartilhar

#souagro| O tétano é uma doença infecciona que atinge animais domésticos e tem maior ocorrência em equinos, com taxa de mortalidade que pode chegar a 80% na espécie.

O tétano está associado a práticas de manejo inadequadas e à higiene precária de instalações e utensílios, que também facilitam a contaminação dos animais pelo Clostridium tetani, micro-organismo causador da doença. Ela pode estar associada, também, a infecções de feridas cutâneas, pós-operatórias, uterinas ou umbilicais.

O problema é bastante comum em equinos. Julho é a época de início de nascimento de potros e por isso é necessário que os criadores iniciem a vacinação imediatamente após o terceiro mês de vida dos animais.

 

Quando estão com a doença, os equinos apresentam rigidez de membros, cansaço e dificuldade de apreensão dos alimentos, além da mastigação e da deglutição. Em casos mais graves da doença, os animais não conseguem comer e ficam com rigidez no pescoço. Nestes casos, a morte ocorre por asfixia depois da paralisia dos músculos respiratórios do equino.

A doença não costuma responder bem ao tratamento e por isso a melhor forma de prevenção é a vacina, além da profilaxia, com adoção de medidas sanitárias no manejo dos animais.

(Tatiane Bertolino/Sou Agro)

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.