ESPECIAIS

Mapa emite alerta para doença incurável da bananeira; saiba qual é

Compartilhar

#souagro| O Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) emitiu alerta para que as superintendências federais nos estados reforcem o alerta para um doença incurável da bananeira. Ela ainda não chegou ao Brasil, mas teve casos confirmados na Colômbia em 2019 e no Peru, em 2020.

Trata-se da Fusarise raça 4 tropical da bananeira. Segundo o Mapa, surgiram relatos de eventual dispersão da praga para outras regiões peruanas, assim como suspeitas de ocorrência em outros países latinos que fazem fronteira com o Brasil.

São Paulo tem a maior região produtora de banana do País, o Vale do Ribeira. E, por conta disso, ações de monitoramento e de prevenção foram realizadas no primeiro semestre.

 

Por conta do novo alerta emitido em maio deste ano, a Superintendência Federal de Agricultura decidiu prorrogar o monitoramento e reforçar as ações preventivas.

A doença atinge a planta por meio do solo infectado e mudas contaminadas, além de implementos agrícolas e instrumentos de poda infectados. Ao penetrar na planta, a praga entope os vasos que conduzem a seiva, impedindo o movimento de nutrientes e água.

A doença já se espalhou pela Indonésia (1990), China (1996), Filipinas (2008), África (2013), Austrália (2015) e América. Em 2015 a FAO – Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação – emitiu alerta internacional para tentar conter o avanço da fusariose.

 

Programação

De 5 a 8 de julho, estão sendo feitas coletas na região de Riolândia, Santo Antônio do Aracanguá, Getulina, Novo Horizonte e Colina. A ideia é intensificar os levantamentos, partindo de áreas ainda não visitadas até regiões onde já foi feito o monitoramento anteriormente, como o Vale do Ribeira e o Planalto Paulista. Esse levantamento vai ser realizado em todos os municípios que produzem a banana de forma comercial.

Também nesse segundo semestre, a SFA-SP vai promover palestras voltadas a produtores rurais. Para isso, precisará envolver cooperativas, associações e sindicatos rurais. Essas ações de orientação devem ocorrer nas regiões de Fernandópolis, Jales, Andradina, Assis, Avaré, São Bento do Sapucaí e Vale do Ribeira.

 

(Tatiane Bertolino/Sou Agro – com Mapa)

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.