Carne de frango brasileira tem bons resultados na exportação

Compartilhar

O aumento de 9,67% no volume de carne de frango exportada no primeiro trimestre de 2022 não contou com a colaboração do frango inteiro, pois as 227.598 toneladas do produto embarcadas no período apresentaram recuo de 9,64%. Assim, contribuíram para o incremento os cortes de frango (perto de 804 mil toneladas e 15,20% de aumento anual), os industrializados (29.326 toneladas, +26,98%) e a carne de frango salgada (quase 42 mil toneladas, 28% de aumento).Daí o 1,1 milhão de toneladas do trimestre inicial do ano, um recorde para esse período.

 Porém, no tocante aos preços alcançados, não houve exceção, porquanto a valorização abrangeu os quatro itens exportados, o maior aumento recaindo sobre a carne salgada, exportada por valor 37,42% superior ao do mesmo trimestre de 2021.  Os cortes de frango tiveram seu preço médio corrigido em 20%, enquanto frango inteiro e industrializados apresentaram valorização de 13,21% e 11,35%, respectivamente.

frango

 

Com essa valorização, os quatro itens registraram obtiveram aumento na receita cambial. Mas, em função do recuo no volume, a menor expansão recaiu sobre o frango inteiro: aumento de 2,29%. Em valores relativos o maior aumento (variação anual de 75,94%)foi proporcionado pela carne salgada, vindo a seguir os industrializados (+41,39%) e os cortes de frango (+38,34%).

Mas, em valores absolutos, a contribuição principal continua sendo a dos cortes de frango que, no trimestre, geraram 71,12% da receita do setor. Com 19,12% do total, o frango inteiro permanece como o segundo item da pauta, seguido pela carne salgada (5,27%) e pelos industrializados (4,49% do total).

A ressaltar que a receita cambial dos quatro itens exportados, muito próxima dos US$2 bilhões e 31,11% maior que a do mesmo trimestre de 2021, representa novo recorde do setor. Porém, esta foi a primeira vez nos últimos nove anos que é ultrapassada a marca do US$1,9 bilhão. O recorde anterior, no valor de US$1,928 bilhão, permanecia imbatível desde o primeiro trimestre de 2013.

 

(Fonte: Avisite Foto: AEN)

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.