Exportação de milho recua, mas preço da tonelada sobe 55%

Compartilhar

 

O relatório semanal do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, por intermédio da Secretaria de Comércio Exterior, mostra uma redução na exportação do milho moído. Nos 5 dias úteis do mês, foram exportadas 484,5 toneladas, representando uma queda de 244,5 toneladas com relação ao montante exportado na última semana de abril, correspondente a 0,37% do total contabilizado durante abril todo.

Com base no comparativo anual do quinto mês de maio, o Brasil embarcou até então, 1,94% de tudo o que foi registrado em maio do ano passado. A partir disso, a média diária de embarques chegou a 96,9 toneladas, 98,51% menor do que a média do ano anterior.

 

As nuances do insumo milho; estamos à beira de um colapso?

Com saca de milho beirando R$ 100, custo de produção assusta produtor

 

Em relação às questões financeiras, foram exportados no período US$ 202,1 mil, contra US$ 6.707,10 de maio de 2020. Já com relação a média diária, o mês atual teve um decréscimo de 87,95% com US$ 40,4 mil por dia útil contra US$ 335,4 mil no mês de maio de 2020.

Em contrapartida, o preço da tonelada teve elevação de 55% no período, saindo de US$ 269 em 2020 para US$ 417 em maio deste ano.

 

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.