Adapar: atualização cadastral do rebanho ainda é baixa

Compartilhar

 

#souagro | Apesar de ainda estar no início, a campanha de atualização do rebanho, como parte da Campanha de Área Livre de Febre Aftosa Sem Vacinação no Paraná, ainda é tímida. É o que informa Luciana R. Riboldi Monteiro, médica-veterinária da Adapar (Agência de Defesa Agropecuária do Paraná), unidade de Cascavel. “Por isso, pedimos aos pecuaristas para não deixar para a última hora e proceder com esta regularização o quanto antes”, alerta Luciana Monteiro.

Todos os produtores com bovinos, bubalinos, ovinos, caprinos, suínos, equídeos, galináceos, abelhas e peixes precisam fazer a comprovação do rebanho. Somente dessa maneira ela terá acesso à GTA (Guia de Transporte Animal). As atualizações podem ser realizadas na unidade veterinária da Adapar da respectiva cidade ou localidade, de forma online, no site www.adapar.pr.gov.br) e também presencialmente em uma das Unidades Locais da Adapar, Sindicatos Rurais ou Escritório de Atendimento de seu município (prefeituras). A partir de 30 de junho, o produtor que não atualizar o rebanho estará sujeito a penalidades previstas na legislação.

O acesso ao sistema também está disponível de forma direta por meio do link www.produtor.adapar.pr.gov.br/comprovacaorebanho. Para fazer a comprovação, o produtor deve ter o CPF cadastrado.

 

Veja o que diz a médica-veterinária da Adapar de Cascavel, Luciana R.R. Monteiro:

 

Segundo a Gerência de Saúde Animal, existem 158 mil propriedades no Paraná e 192 mil explorações pecuárias, sendo que as principais espécies somam, aproximadamente, 8,6 milhões de bovinos, 6,3 milhões de suínos, 20 mil aviários, 240 mil equídeos, além de outros animais.

 

Brasil tem parecer favorável para ampliação das zonas livres de febre aftosa sem vacinação

Emissão da GTA só será garantida após atualização do rebanho

 

Live Paraná Livre da Aftosa sem Vacinação

O Conselho de Sanidade Agropecuária – CSA de Guarapuava em ação conjunta com a ADAPAR – Agência de Defesa Agropecuária do Paraná, Sindicato Rural de Guarapuava e Centro Universitário UniGuairacá promovem a palestra: Paraná Livre de Febre Aftosa sem vacinação. O que muda?  Será neste dia 11 de maio, a partir das 19h, pelo Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=HFT-7QeomwU

O palestrante é o médico-veterinário Rafael Gonçalves Dias, gerente de Saúde Animal da Adapar formado pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Defesa Sanitária  Animal pela Universidade Federal de Lavras e mestre em Ciência Animal pela Universidade Estadual de Londrina. A live terá ainda a participação do diretor-presidente da Adapar, médico-veterinário Otamir César Martins, do presidente do Sindicato Rural e do CSA de Guarapuava, engenheiro agrônomo Rodolpho Luiz Werneck Botelho e da médica-veterinária Márcia Zago Supervisora Regional da Adapar Guarapuava.

A palestra visa levar informações para produtores rurais, médicos veterinários, técnicos em agropecuária, profissionais ligados ao campo, bem como, acadêmicos de ciências agrárias de toda a região Centro-Oeste do Paraná.  Vale ressaltar que a palestra trará informações sobre a campanha, critério fundamental para manutenção do status sanitário: Livre de Febre Aftosa sem vacinação.

 

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.