Quebra de 70% da safrinha de milho no Paraná; no oeste 60%  

Compartilhar

 

O Paraná deve enfrentar uma quebra acentuada do milho safrinha em todas as regiões do Estado. As perspectivas de perda foram relatadas por produtores rurais, durante a reunião da Comissão Técnica de Cereais, Fibras e Oleaginosas do Sistema Faep/Senar-PR, realizada nesta segunda-feira (12). Segundo os agricultores, as perdas chegam a uma média de 70% da lavoura. Mesmo nas áreas em que as plantas continuam em desenvolvimento, há preocupação de que os grãos não se desenvolvam com a qualidade esperada.

Segundo os produtores, a quebra de safra está relacionada a dois fenômenos: a falta de chuvas e a ocorrência de geadas entre o fim de junho e o início de julho. Em Maringá, no Norte do Paraná, por exemplo, os agricultores esperam que a quebra fique entre 60% e 70% da lavoura. Para quem semeou fora da janela de plantio, o prejuízo pode chegar a 100%.

“Tivemos três geadas seguidas e a segunda delas foi muito forte. Até agora, estamos avaliando os danos. Se notam que muitos pés estão morrendo e não vão ter granação. O que ficou vai ter baixo padrão de qualidade”, relatou o produtor César Schmitt.

Em Londrina, também no Norte do Estado, o cenário é parecido. A pedido do Sindicato Rural do município, a prefeitura decretou estado de calamidade. A expectativa dos produtores é de que a medida ajude os produtores que tiveram perda no diálogo com as seguradoras. Na região Oeste, o alerta também se estende à classificação dos grãos que se desenvolvem após as geadas. No Norte Pioneiro, as lavouras foram plantadas mais tardiamente e também sofreram com as geadas.

“No Oeste, teremos quebra em termos de 60%. E tem a questão da qualidade do grão. Os grãos não estão vindo em uma qualidade tão boa”, disse o produtor Heitor Richter. “Aqui no Norte Pioneiro, creio que vamos ter perda de 70% a 75%. Vamos ter também um problema maior na classificação, porque os grãos não estão de boa qualidade”, observou o produtor Marco Antônio.

 

Fonte: FAEP

 

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.