ESPECIAIS

De congelar: Sensação de -20°C em estação de Santa Catarina

Compartilhar

A estação meteorológica do Morro da Igreja, em Santa Catarina, igualou no amanhecer de hoje o seu recorde de mínima para o mês de julho que era de 2013 com uma marca de 7,8ºC abaixo de zero. A estação encontra-se no alto do Morro da Igreja, em instalações do controle aéreo do Sul do Brasil da Força Aérea Brasileira, a uma altitude de 1.800 metros, entre os municípios de Bom Jardim da Serra e Urubici. O equipamento encontra-se em operação desde 16 de junho de 2007.

A temperatura entre 6h e 7h da manhã desta quarta-feira (28) variou entre -7,2ºC e -7,7ºC. Na faixa horária as rajadas de vento na estação chegaram a 73 km/h. Utilizando-se a fórmula mais moderna de sensação térmica do National Weather Service dos Estados Unidos, e em vigor desde 2001, a sensação térmica no horário no Morro da Igreja chegou a -20ºC.

Por que esta estação é importante? Apesar de não haver uma cidade na altitude em que se encontra e apenas uma base da Aeronáutica, a estação do Morro da Igreja é a mais alta do Sul do Brasil. Por isso, ela é o melhor registro em superfície que existe para se avaliar a potência de uma massa de ar polar quando do seu ingresso, quando o frio é mais intenso em pontos altos de áreas de altitude.

O fato de a estação do Instituto Nacional de Meteorologia no Planalto Sul Catarinense registrar logo no primeiro dia do ingresso do ar mais gelado, que vai ainda se intensificar, o seu recorde de mínima para o mês de julho – igualando o registro de mínima recorde de julho de 2013 – indica a grande e incomum intensidade da massa de ar frio de origem polar que ingressou no Sul e agora avança para Norte pelo Brasil.

FOTO: Paulo Inácio/FAB

FONTE: METSUL

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.