Escassez hídrica ainda castiga as lavouras  

Compartilhar

 

souagro | As temperaturas permanecem relativamente baixas, na casa dos 16 graus e céu limpo. Mas para o agrometeorologista Reginaldo Ferreira, a região oeste ainda está com saldo negativo em relação às chuvas. “Historicamente, o mês de junho é mais chuvoso em comparação com maio, mas a seca ainda predomina principalmente na região sudeste”, comenta. “Isso quer dizer que boa parte das terras agrícolas e dos locais que dependem do armazenamento de água para a geração de energia, por exemplo, estão passando por um período difícil e com a necessidade de tomar decisões amargas, mas necessárias para que não venhamos a ter dificuldades em relação ao risco de sofrer o desabastecimento e para não comprometer a geração de energia, tão importante para o desenvolvimento do País”.

Chegamos na metade do mês de junho. A fotografia atual do clima mostra a entrada de duas frentes frias ainda neste mês, abrindo caminho para a possibilidade de chuvas já neste fim de semana. “Mesmo que com volumes pouco expressivos de chuva, cada região terá a sua particularidade, registrando de 5 a 70 milímetros. “No oeste paranaense, a previsão é a de oscilar entre 20 a 30 milímetros e não se surpreende se está estimativa for menor ou maior em pontos localizados”. Há possibilidade de os termômetros despencarem um pouco mais no fim de semana, com um quadro inclinado a possíveis geadas no sudoeste do Paraná e uma possibilidade mínima de ocorrer na nossa região. (Vandré Dubiela/Sou Agro)

 

Foto: Satélite Simepar (15/06 – 11h10)

 

VEJA TAMBÉM:

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.