De moradia de governadores a Escola Agrícola 4.0

Compartilhar

 

O governo do Estado iniciou nesta segunda-feira (7) uma reforma na Granja Canguiri, ex-residência oficial dos governadores paranaenses, para adaptar a estrutura que abrigará o projeto da Escola Agrícola 4.0. Presente no plano de governo de Carlos Massa Ratinho Junior, a proposta é que o local se torne referência no ensino técnico agrícola do Estado, dando suporte às atividades do Centro Estadual de Ensino Profissional (CEEP) Newton Freire Maia.

Em julho do ano passado, o governador autorizou a transferência do imóvel para a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte para iniciar a implantação do projeto. A reforma, que está sob responsabilidade do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional, vai oferecer a estrutura necessária para as atividades de inovação.

“Cumprimos uma promessa de campanha de acabar com as mordomias e estamos transformando um imóvel que era de uso apenas dos antigos governadores em um espaço importante para desenvolver a inovação e a formação dos nossos jovens”, afirma o governador.

Oeste do Paraná terá Escola de Inovação Agrícola

A ideia é que com a inclusão de disciplinas voltadas para a área tecnológica e de sustentabilidade, o Newton Freire Maia se torne o primeiro Centro de Tecnologia do Estado, funcionando como um laboratório de práticas que podem ser replicadas nos outros colégios agrícolas do Paraná.

“O Estado é referência mundial na produção de alimentos. Investir desde cedo na qualificação dos profissionais que estarão no mercado de trabalho em alguns anos é fazer com que a agricultura paranaense se torne cada vez mais moderna, produtiva e sustentável”, destaca Ratinho Junior.

Paranhos aguarda Escola Agrícola de Inovação para o 2º semestre

A propriedade, localizada em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, conta com uma área de 27 mil metros quadrados, com diferentes construções, incluindo a residência principal, a do caseiro, refeitório e alojamento. Em seus limites estão outros imóveis do Estado, como o próprio CEEP, o Parque da Ciência Newton Freire Maia e o Centro Estadual de Referência em Agroecologia, braço do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná.

O investimento na reforma é de R$ 482 mil, incluindo reparos na residência e nas estruturas anexas. A obra contempla serviços de engenharia no pórtico, no acesso à casa, na guarita, na casa de apoio e na principal, além de melhorias na sala de informática, na caixa d’água e na passarela do Parque da Ciência. O prazo de conclusão é de 150 dias.

“Trabalhamos para proporcionar ambientes adequados para o fortalecimento do ensino profissional no Estado. Com a melhoria dos espaços, asseguramos as condições para concretizar a qualidade dos processos de ensino e de aprendizagem. O Canguiri é um marco na educação para as futuras gerações do Paraná”, afirma o diretor-presidente do Instituto Fundepar, Marcelo Pimentel Bueno.

 

Foto: José Fernando Ogura/AEN

 

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.