Veja como foi o lançamento do Banco do Agricultor Paranaense

Compartilhar

 

#souagro | Conforme antecipado pelo Portal Sou Agro no dia 15 de abril, o Governo do Paraná lançou nesta terça-feira, o Banco do Agricultor Paranaense. Com ele, o Poder Público equaliza em todo ou em parte as taxas de juros de investimentos em várias cadeias produtivas, particularmente para pequenos e médios produtores. No caso de projetos de irrigação e energias renováveis, o Estado banca 100% dos juros até 31 de dezembro de 2022. A operação é garantida pelo Banco do Agricultor Paranaense, lançado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior no Palácio Iguaçu. O alcance é estimado em R$ 500 milhões.

Segundo a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, o agronegócio tem Valor Bruto de Produção (VBP) na casa de R$ 120 bilhões. O agro representa 34% do PIB total do Paraná. Ou seja, de cada R$ 100 produzidos num ano, R$ 34 tem a ver diretamente com o agronegócio. O campo e suas vertentes também respondem por 80% do esforço exportador do Paraná, com balança comercial superavitária. O Estado é o terceiro maior exportador do agro, com mais de 13% do total.

 

Clique no link e veja como foi a solenidade:

 

 

Ortigara anuncia Banco do Agricultor a prefeitos da mesorregião oeste

 

A principal finalidade com o Banco do Agricultor é a redução de juros para financiamentos com vistas Investimento, e não Custeio. Os recursos serão utilizados para potencializar as cadeias de leite, peixe, café, erva-mate, pinhão, bicho-da-seda e horticultura, favorecendo a agroindústria familiar.

São considerados projetos de inovação aqueles que potencializem os resultados quantitativos ou qualitativos pela adoção de procedimentos, métodos, equipamentos ou modelos de negócios diversos, no todo ou em parte, aos atualmente empregados.

“Para a região Oeste do Paraná, há duas diferenças específicas: investimento em energias renováveis e irrigação”, comenta Ortigara. Na primeira, será possível financiar até R$ 500 mil, a juro zero, tanto para contratações neste ano como para 2022. Para aquisição de biodigestor, por exemplo, o limite é até R$ 1,5 milhão, a juro zero. Para irrigação, a linha de financiamento é para equipamentos de aspersão, gotejamento e até pivô central, com investimento de até R$ 850 mil. O encontro foi transmitido no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=bjzouUpXV-k

 

(Vandré Dubiela, com informações do Deral/Seab)

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.