O que esperar do inverno para a agricultura?

Compartilhar

 

#souagro | As condições climáticas costumam nortear o comportamento do agricultor para o plantio e a colheita das safras. Neste ano, de acordo com a fotografia do clima neste momento, há grande possibilidade de ocorrerem geadas mais precoces, inverno com temperaturas mais baixas e períodos de alta nas temperaturas, em comparação aos anos 2019 e 2020, mas esses fatores não devem intimidar o homem do campo. Quem faz esse alerta é o agrometeorologista Reginaldo Ferreira, que usa dois ditados para prospectar o cenário de baixas temperaturas neste ano: “Quem está na chuva é para se molhar e quem olha para o tempo nunca semeia’, por isso, o agricultor deve sim semear e acreditar no rendimento de sua safra. Dependendo da época de plantio, algumas regiões podem ser mais afetadas e outras, não sentir tanto o impacto da oscilação climática”.

 

Clique no vídeo é confira a entrevista concedida pelo agrometeorologista Reginaldo Ferreira:

 

O agrometeorologista relata ainda que desde 2019, existe essa regularidade em relação a chuvas e temperaturas e isso provavelmente se manterá até o fim do inverno e início da primavera, por conta do período do fenômeno conhecido como La Niña. “Os oceanos estão com temperaturas diferentes, irregulares, com o Pacífico mais frio e o Atlântico um pouco mais quente, provocando mudanças na movimentação atmosférica”. (Vandré Dubiela)

 

Foto: Vandré Dubiela

 

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.