ESPECIAIS

Confira o grande leilão da Raça Brangus CR&F

Compartilhar

#souagro|  O 3º Leilão Brangus CR&F – Genética com tecnologia embarcada é realizado neste sábado (16), em modelo híbrido, a partir das 14h. Os animais estão expostos no Parque de Exposições Celso Garcia Cid. Para o certame, estão disponíveis 30 touros e 25 matrizes da marca.

Os animais selecionados para o leilão contam com avaliações genômicas do Programa Natura (Desmama, Sobreano e Carcaça); genotipagem; ultrassonografia de carcaça; identificação genômica de pelagens pretas (Homozigoto, Selvagem e Heterozigoto); identificação genômica para Mocho Laudo de Comprovação de Paternidade para os animais do afixo BRANGUS CR&F; registros definitivos e provisórios emitidos pela Associação Brasileira de Brangus (ABB); exames clínicos e laboratoriais; vacinas contra IBR/BVD, Leptospirose, Clostridioses e controle de endo e ectoparasitas; entre outros.

Confira a transmissão ao vivo:

 

Sobre a raça

O projeto Brangus CR&F começou em 2017 com o registro dos primeiros animais. Mas o planejamento vem de décadas, pelo menos 40 anos, a partir da identificação da necessidade de melhoramento genético de touros melhoradores. “É uma raça que está em grande crescimento, tanto em touros para repasse, formação de plantel e também inseminação. Nos últimos três anos, o consumo de sémen bovino aumentou 138%. Um salto enorme para a raça e para a pecuária também já que, com isso, vem o melhoramento genético dentro dos rebanhos comerciais”, explica o sócio-proprietário da fazenda, Cassiano Camargo.

Os animais são criados em Medianeira e depois do desmame, eles são encaminhados a uma propriedade em Céu Azul, que é uma região montanhosa, para ganhar força. “As áreas da pecuária no Estado foram reduzidas e sobraram as piores para esta atividade, que são as áreas de morro e de pedra onde plantadeiras e colheitadeiras não chegam. Neste caso, os animais precisam subir e descer o morro para se alimentar. Isso faz com que eles se exercitem, aumentem a capacidade respiratória, desenvolvam a musculatura e fiquem com o casco mais rígido. Ou seja, o animal sai preparado dali”.

Para controle de qualidade, Cassiano explica que todo animal tem DNA testado. “Todos os animais são avaliados no Programa Natura, todos genotipados e com teste de paternidade e de maternidade. Isso é necessário porque nem sempre o que está no registro do animal é aquilo que está no sangue e, por isso, fazemos os testes para dar confiabilidade de que o produto que estamos vendendo é de qualidade”.

 

Sobre o Programa Natura

O Programa Natura teve origem em 1986, com objetivo de produção de um animal cruzado, envolvendo a raça Angus em cruzamento com as raças Zebuínas. O animal produzido a partir daí é fruto de uma seleção criteriosa, precisa e exigente e que combinava a adaptação do Zebu e a qualidade da carne, fertilidade e habilidade materna do Angus.

“A base inicial do Programa Natura tinha os rebanhos de Angus no Sul do país e os rebanhos Zebuínos no Centro-Norte do país. Após alguns anos de cruzamento entre o Angus e as raças Zebuínas, formou-se também uma base de animais cruzados com predomínio de sangue Angus nos rebanhos no Sul do país e com predomínio de sangue Zebu nos rebanhos no Centro-Norte do país. Hoje o Programa Natura avalia animais desde a raça Angus até a raça Nelore, passando por todos os cruzamentos, principalmente o Brangus”, explica Mário Picolli, que é sócio-proprietário da Gensys e técnico responsável pelo Programa Natura.

A estrutura populacional do Programa Natura, hoje Programa Genômico Natura, é formada por aproximadamente 100 fazendas no Brasil, 20 fazendas no Paraguai e 10 fazendas na Bolívia.

(Tatiane Bertolino/Sou Agro)

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.