ESPECIAIS

Auditores agropecuários vão retomar operação padrão

Compartilhar

#souagro| A operação padrão será retomada pelos auditores fiscais federais agropecuários (Affas) na próxima segunda-feira (02/05), é isso que informa o Sindicato Nacional dos auditores fiscais federais agropecuários – ANFFA Sindical.

A decisão segundo o sindicato é por conta da falta de avanço nas negociações da reestruturação da carreira, os trabalhadores afirmam que o governo federal mantém a decisão de oferecer reajuste linear de 5% a todos os servidores públicos o que segundo os auditores não repõe a defasagem salarial da carreira. Representantes da categoria haviam se reunido nesta semana com o ministro da Agricultura, Marcos Montes.

O Conselho de Delegados Sindicais do ANFFA, nos 27 estados, entendeu que diante do atual impasse com o governo federal, não há outra saída a não ser a retomada da operação padrão da carreira, por tempo indeterminado.

 

A MOBILIZAÇÃO

Assim como ocorreu na operação-padrão iniciada no final de dezembro do ano passado e encerrada em março, a mobilização que retorna na semana que vem, não vai paralisar as atividades da categoria. No entanto, os auditores vão cumprir os prazos regimentais e seguir trabalhando por oito horas diárias, mas sem turnos extras não compensados ou remunerados e sem almoços estendidos de três horas, que os obriguem a permanecer mais tempo no ambiente de trabalho.

De acordo com a categoria, com a retomada da mobilização, a prioridade de trabalho dos fiscais será voltada para atividades que podem afetar diretamente o cidadão, como a liberação de cargas vivas e perecíveis, a fiscalização de bagagens de passageiros e de animais de companhia (pets).

O Sindicato também afirma que a mobilização não vai afetar o diagnóstico de doenças e pragas, evitando comprometer programas de erradicação e controle de doenças importantes para o Brasil, à exemplo da Febre Aftosa, à Peste Suína Africana (PSA) e de pragas que poderiam colocar em risco políticas sanitárias do setor agropecuário.

 

O PEDIDO DA CATEGORIA

A reestruturação da carreira, pleiteada pela categoria, compreende a reposição das perdas da inflação e defasagem salarial de mais de cinco anos. Também inclui a realização de concurso público para carreira, que hoje sofre com o déficit de pessoal, de 1.620 auditores. Hoje, o Mapa tem pouco mais de 2,5 mil auditores na ativa. Comparado ao número de 2000, em que o número era 4.040, há redução de 37,3% no quadro somente em 2021. Essa redução ocorreu, em grande parte, devido a aposentadoria desses servidores, sem a reposição (Dados de maio de 2021).

“Importante destacar que o trabalho dos Affas tem um  impacto anual positivo na manutenção de 183 mil postos de trabalho no agronegócio e de R$ 87,5 bilhões no resultado da economia brasileira”, destaca Janus Pablo, presidente do ANFFA.

(Débora Damasceno/Sou Agro com ANFFA sindical)

 

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.