ESPECIAIS

Portos do Paraná debatem combate ao roubo de cargas

Compartilhar

A Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Segurança Pública da Câmara de Vereadores de Paranaguá esteve na sede da Portos do Paraná para discutir formas de combate conjunto às vazadas – modalidade de crime em que os criminosos abrem as bicas dos caminhões para derramar o produto carregado e roubar a carga. A reunião aconteceu terça-feira (06).

O encontro tratou das ações integradas das forças de segurança, que estão em andamento. “A segunda reunião está marcada para o dia 22 e iremos discutir a questão do pátio de triagem e dos caminhões. Nossa intenção é que o porto, junto com as forças de segurança e a comunidade portuária, participe cada vez mais do combate às vazadas”, explica o diretor jurídico da Portos do Paraná, Marcus Vinicius Freitas.

Para o presidente da comissão, vereador e delegado Nilson Diniz, as vazadas são um problema complexo. “Este tipo de crime impacta diretamente na atividade portuária e gera prejuízo a todos os empresários que operam a carga em nosso município”, explica.

“Temos que combater as vazadas, não podemos permitir que os caminhoneiros fiquem inseguros ao virem para Paranaguá, isso prejudica a cidade”, afirma o vereador Oziel Marques, que também faz parte da comissão. “Nossa intenção é buscar soluções que não sejam só paliativas, mas para resolver o problema de forma definitiva”, explicou o vereador Luizinho Maranhão.

A execução de obras também foi abordada. A diretoria da empresa pública explicou aos vereadores a limitação legal dos investimentos portuários. “Pela Lei Federal, não podemos investir fora da área da poligonal. Para conseguir realizar a obra do viaduto na entrada da cidade e o projeto da Avenida Ayton Senna pedimos liberações dos órgãos intervenientes, mas foram exceções”, destacou Freitas.

FONTE: AEN

FOTO: CLAUDIO NEVES

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.