Milho safrinha: perdas de mais de 50% e prejuízo de R$11 bilhões, estima Deral

Compartilhar

SOUAGRO | Um levantamento preliminar do Deral (Departamento de Economia Rural) indica que, em decorrência da longa estiagem e das geadas, houve uma perda de 7,8 toneladas de milho safrinha no Paraná, equivalente a 53,6% da previsão inicial de colheita e redução de R$10 bilhões a R$11 bilhões de reais na receita dos produtores. Com isso, a produção cai de 14,7 para 6,8 milhões de toneladas. Os trabalhos de refinamento das informações continuam.

As maiores perdas proporcionais foram no Noroeste (58,8%), Oeste (58,1%), Sudoeste (54,1%), Norte (52,4%) e Centro-Oeste (47,7%). Esta divulgação ocorre como contribuição à transparência na formação de preços e situação de abastecimento.

O Souagro noticiou a geada mais intensa que atingiu o Paraná no mês passado. Em Cascavel, região oeste do estado, a temperatura mínima na madrugada do dia 29 de junho, segundo o Simepar, chegou a dois graus negativos com sensação térmica de menos cinco.

Com a condição climática favorável à formação de geada, o prejuízo já era previsto pelos produtores, e agora, mais do que nunca, os números confirmam que a situação é, de fato, grave.

FONTE: DERAL

(AMANDA GUEDES / SOU AGRO) 

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.