Casos de raiva em animais estão sob controle, diz Adapar

Compartilhar

 

#souagro | Restam seis dias para completar dois meses do último caso de raiva registrado em animais em Cascavel. De acordo com informações fornecidas pela unidade local da Adapar (Agência de Defesa Agropecuária do Paraná) no Município, o último regitro ocorreu no dia 13 de maio, com a confirmação em um equino. Ao todo, foram 12 casos confirmados pela Adapar.

O primeiro caso de raiva, depois de 10 anos sem registro em Cascavel, foi notificado em 26 de março deste ano. Os casos da zoonose ocorreram em Colônia Barreiro, Reassentamento São Francisco, Lago Azul, Melissa, Centralito e no distrito de São João. A paralisação de novos casos se deve principalmente ao trabalho de controle populacional de morcegos feito por meio de força-tarefa com a participação de profissionais da Adapar de Cascavel e Toledo. Os técnicos entraram nos abrigos, capturaram alguns exemplares e aplicaram a pasta vampiricida, causando a morte dos morcegos.

 

Relembre o trabalho executado pela Adapar no controle populacional dos morcegos:

 

A raiva é causada por um vírus e pode ser adquirida por todos os mamíferos. O morcego geralmente ataca animais em locais abertos, devido à facilidade. Eles mordem a presa e sugam o sangue. Se o animal não está imunizado, ele é contaminado com o vírus, que possui um período de incubação bastante variável.

Apesar da ausência de casos nos últimos meses, qualquer sinal suspeito deverá ser comunicado imediatamente à unidade da Adapar mais próxima.

(Vandré Dubiela)

 

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.