VOCÊ VIU ISSO? Saiba como vão se comportar os preços da soja e do milho

Compartilhar

 

#souagro | Olá agronautas. A notícia mais acessada dos últimos dias não poderia ser diferente. Fala sobre mercado de grãos, na visão macro do analista e engenheiro agrônomo Modesto Félix Daga. Confira a reportagem completa abaixo. Bom domingo!

 

O agronegócio brasileiro ainda tenta digerir a mais nova realidade das cotações de grãos dos últimos dias. Para o analista de mercado e vice-presidente do Sindicato Rural de Cascavel, engenheiro agrônomo Modesto Félix Daga, toda a mídia internacional anunciou que o governo americano iria reduzir significativamente a mistura do biodiesel no diesel e do etanol na gasolina, ou seja, geraria um consumo menor do milho para o etanol e da soja para o biodiesel. “Até hoje, essa notícia não se confirmou, até então, passa a ser falsa. Os fundamentos que existem atualmente, com relação a propagação em termos de mercado e Bolsa de Chicago, permanecem inalterados”, relata Daga.

Não há motivos então para as cotações despencarem tanto. “O que aconteceu foi um efeito manada, à reboque de uma notícia ruim, levando os produtores a vender a soja em contratos futuro e alimentando o mercado especulador”. Outro ponto importante a ressaltar: o dólar apresenta queda substancial. “A desvalorização do Real frente ao dólar resultou em um preço menor da soja no mercado interno, tanto no balcão como no disponível. Agora, a tendência gira em torno da divulgação do próximo relatório da USDA no dia 30 de junho, quando será divulgado oficialmente a área de plantio de milho e soja americana”, comenta.

Apesar da colheita cheia da safra americana, será suficiente para atender a demanda interna, com uma perspectiva de exportação inferior ao exportado na safra anterior. “Os números podem ser alterados, o que não pode é a lei de oferta e procura. Hoje, só o Brasil tem soja para vender”.

No dia 30 de junho, será apresentado o relatório final da área de plantio do milho e da soja dos Estados Unidos. “Alguns órgãos acham que vai aumenta, outros apontam uma redução. Então, é uma incógnita. Será um balde de água fria nos prognósticos ou então uma reversão total em relação à Bolsa de Chicago”.

(Vandré Dubiela/Sou Agro)

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.