Produtores rurais cada vez mais conectados

Compartilhar

 

#souagro | Acabamos de completar 3 meses de existência. Desde março deste ano, o Portal Sou Agro vem oferecendo um conteúdo de qualidade e presente no dia a dia do homem e da mulher do campo. Idealizado pela jornalista Sirlei Benetti, com raízes rurais e com uma década de experiência no jornalismo rural, o Portal Sou Agro vem ganhando espaço e atraindo um número cada vez maior de agronautas.

O Sou Agro é o primeiro portal de notícias agro vídeo do Paraná. Em três meses, já alcançou três continentes de 37 países e 6.500 cidades pelo mundo e está perto de atingir a marca de 100 mil visualizações. “Quero agradecer a todos, agronautas, nossas fontes e parceiros comerciais, pela saudável relação. Queremos continuar assim por longos anos. Somos todos agro!”, comenta a idealizadora do Sou Agro, jornalista Sirlei Benetti.

Conectividade no campo elevará produção agropecuária

Brasil inaugura primeira antena de 5G em área rural do país

Pesquisa recém divulgada pela ABMRA (Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio), mostra que o Sou Agro está no caminho certo. O levantamento intitulado Hábitos do Produtor Rural, mostra que 91% dos pecuaristas ficam conectados todos os dias, ávidos por informações em relação ao mercado e também em busca de informações sobre as condições climáticas.

A pesquisa ouviu três mil produtores de 16 estados brasileiros, entre homens e mulheres com poder de decisão em propriedades de pequeno, médio e grande portes. Para a ABMRA, trata-se do maior levantamento envolvendo o perfil dos produtores sobre hábitos de mídia, compra e conectividade.

A pesquisa também constatou o avanço das ferramentas de comunicação no campo, 94% dos produtores disseram que contam com um smartphone, conta 61% da pesquisa anterior, realizada em 2017. Cerca de 91% dos pecuaristas entrevistados têm acesso à internet, seja por sinal ou rádio e 88% acessam 15 vezes ou mais por dia os conteúdos digitais.

 

IMPACTO DA PANDEMIA

A pesquisa também avaliou o impacto da pandemia do novo coronavírus no setor, desde março do ano passado. Conforme o vice-presidente da ABMRA, Ricardo Nicodemos, 64% dos produtores entrevistados de todas as culturas, sentiram que os impactos foram baixos em seus negócios. Já 86%, não sentiram qualquer mudança na administração dos empreendimentos rurais e 78% mantiveram os seus planos de investimento. Apenas 11% dos entrevistados disseram que a crise ocasionada pela pandemia teve impacto médio e 25% consideraram alto os reflexos.

 

(Vandré Dubiela/Sou Agro)

 

Imagens: Terra Viva

 

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.