Milho sobe 5% em Chicago com clima quente nos EUA e frio intenso no Brasil

Compartilhar

A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho fechou a sessão desta segunda feira (28) com preços acentuadamente mais altos. O mercado foi impulsionado pelo clima seco no oeste Meio-Oeste dos Estados Unidos, que deve secar rapidamente o solo e prejudicar o desenvolvimento das lavouras. Segundo a Reuters, nem as chuvas do final de semana devem permitir uma melhora na condição.

A possibilidade de geadas sobre as lavouras da safrinha do Brasil também atuou como fator altista às cotações. Além disso, os investidores se posicionam frente aos relatórios de estoques trimestrais na posição 1 de junho e de área plantada nos Estados Unidos, que serão divulgados na quarta-feira.

Os contratos de milho com entrega em setembro fecharam a US$ 5,56 3/4 por bushel, ganho de 26,50 centavos de dólar, ou 4,99%, em relação ao fechamento anterior. A posição dezembro de 2021 fechou a sessão a US$ 5,45 1/4 por bushel, alta de 26,00 centavos de dólar, ou 5%, em relação ao fechamento anterior.

Fonte: Agência Safras

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.