Menos da metade do rebanho foi atualizado em Cascavel

Compartilhar

A Campanha de Atualização de Rebanhos, promovida pela Agência e Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), iniciou dia 1º de maio e vai até 30 de junho. No entanto, há cerca de uma semana do fim, menos da metade dos pecuaristas de Cascavel atualizaram seu rebanho (47,8%), segundo levantamento da Adapar divulgado nesta segunda (21). A média do Paraná inteiro está levemente superior: 56,9%. Vale lembrar que o cadastro é obrigatório e tem como objetivo garantir a rastreabilidade e a sanidade do rebanho paranaense. Quem não fizer perde o direito de emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA) e é autuado.

A atualização pode ser feita em quatro lugares: unidade local da Adapar; em um escritório de atendimento municipal autorizado; em um sindicato rural autorizado (o Sindicato Rural de Cascavel presta esse serviço) ou de forma on-line, no site da Adapar. É preciso listar a quantidade de animais existentes em sua propriedade rural: bois, búfalos, cabras, ovelhas, suínos, cavalos, jumentos, mulas, galinhas e peixes. Lembre-se: todas as espécies devem ser atualizadas – juntamente com as idades dos animais.

De acordo com Luciana Riboldi, médica veterinária da Adapar de Cascavel, a emissão da GTA será condicionada à comprovação de atualização do cadastro de todas as espécies animais existentes na exploração pecuária. “Além de perder o direito de emitir a GTA, o pecuarista é autuado. Precisamos da colaboração de todos nisso e também pedimos que evitem deixar para última hora, que além de sobrecarregar os ambientes e o servidores de onde ele desejar fazer, ainda estamos em pandemia da Covid-19”, orientou.

 

 

O acesso à campanha pode ser feito através de um banner existente no site da Adapar (http://www.adapar.pr.gov.br/) ou no endereço: http://www.produtor.adapar.pr.gov.br/comprovacaorebanho

“Conquistamos o status de área livre de febre aftosa sem vacinação. Para nos mantermos nessa condição de excelência em sanidade agropecuária, precisamos fazer a nossa parte. Atualizar o rebanho anualmente é uma delas”, comentou Paulo Vallini, diretor do Sindicato Rural de Cascavel e presidente do Comder (Conselho de Desenvolvimento Rural de Cascavel)

 

Como atualizar o rebanho on-line

Acesse o site da Adapar e clique em “Campanha de Atualização do Rebanho”. Agora, escolha a opção “Quero me cadastrar”. Depois, informe o seu CPF e seu nome. Preencha os dados e crie um login e uma senha de acesso. Este procedimento cadastrou você na Central de Segurança do Estado do Paraná.

Em seguida, retorne à página da campanha e clique em “Já sou cadastrado”. E você já está apto a atualizar o seu rebanho. Se você já tiver cadastro, é só ir direto a esta opção. Para começar a atualização, faça login na página da campanha e confirme os seus dados. Depois, clique em “Prosseguir” e selecione a propriedade com pendência de comprovação do rebanho.

Escolha a espécie e, em seguida, atualize a quantidade de animais por idade e gênero. Assinale a declaração de que você comprovou o rebanho e clique no botão “Comprovar”. Repita o mesmo procedimento para todas as espécies de suas propriedades.

E se você não tiver acesso à internet, pode fazer a atualização manualmente mesmo. Pegue um formulário na Adapar mais próxima de você, preencha as informações e devolva lá mesmo. Se você tiver dúvidas, consulte o site ou procure uma unidade especializada.

Fonte: Assessoria Sindicato Rural de Cascavel

Foto: Arnaldo Alves/AEN

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.