Made In Paraná: A versatilidade da mãe Purunã

Compartilhar

#souagro | Olha o tamanho desse animal. Forte, tolerante ao calor e rústico, afinal pra subir e descer morros tem que ter essas características. Mas o Purunã é bem mais que isso. Uma raça que une Caracu, Charolês, Canchim e Angus.

Desenvolvida a 30 anos pelo antigo IAPAR, hoje IDR – Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná, a raça tem também como característica a precocidade e excelente maternidade das fêmeas. O Seu Ernesto Dall”agnol faz parte da associação Brasileira dos criadores de Purunã e conta que não é raro ver nascimento de mais um de bezerro na mesma gestação.

“Essas mães tem uma habilidade materna muito boa. Eu tive quatro casos aqui na fazenda de nascimento de gêmeos e um caso de trigêmeos. A vaca teve leite para os três bezerros. No início complementamos no coxo com aveia grão para aumentar o leite da mãe e oferecemos mamadeira, mas a partir da segunda semana, a vaca suprimiu a demanda dos três sem problemas”, conta Dall”agnol.

Os animais Purunã se destacam pela precocidade sexual. Novilhas e tourinhos criados em sistema extensivo com suplementação, estão chegando à idade reprodutiva em torno de 14 a 15 meses.

 

As mães da raça Purunã tem uma habilidade materna muito boa

 

A carne é considerada de alta qualidade e tem por característica um ótimo marmoreio e macies.  O Padrão genético desses animais também chama muita atenção. Além de conquistar pecuaristas paranaenses, o gado Purunã vem ganhando notoriedade e já ultrapassou as fronteiras do Paraná, com criadores no Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Mato Grosso, Rondônia e até no Amazonas.

Pecuaristas que desejarem saber mais ou adquirir animais e sêmen da raça Purunã, podem entrar em contato com associação Brasileira dos criadores. Os dados constam no site www.puruna.org.br.

HOMENAGEM

O nome presta um tributo à Serra do Purunã, acidente geográfico que demarca a transição entre o Primeiro e o Segundo Planalto do Paraná e é bem próximo da Estação Experimental Fazenda-Modelo, unidade de pesquisa do IDR-Paraná em Ponta Grossa onde foi desenvolvido todo o trabalho de cruzamentos e seleções que resultou na nova raça.

Clique no link abaixo e assista a reportagem com mais detalhes da Raça Purunã.

 

 

Veja Também:

(Sirlei Benetti/Sou Agro)

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.