Conferência discute o futuro da avicultura

Compartilhar

 

Para discutir o futuro da avicultura no Brasil e na América Latina, a FACTA (Fundação APINCO de Ciência e Tecnologia Avícolas) promove, entre os dias 22 e 24 de junho de 2021, a 38ª edição da Conferência FACTA WPSA-Brasil, que terá o tema “Avicultura, Recalculando…”. O evento, que será totalmente on-line, abordará diversos aspectos de interesse do produtor que contribuem para a redução de perdas na cadeia produtiva.

A pandemia da Covid-19 provocou uma verdadeira mudança nos hábitos, interações sociais e modo de trabalhar, imediatamente, o mundo saiu em busca de alternativas para a comunicação remota. “Com a avicultura não foi diferente. Os desafios enfrentados por todos os segmentos da cadeia nos obrigaram a buscar alternativas e novas rotas, a fim de manter o potencial produtivo brasileiro e garantir que a carne e ovos pudessem continuar chegando à mesa de bilhões de pessoas ao redor do mundo”, explica o presidente da FACTA, Ariel Mendes.

Neste contexto, a Conferência FACTA WPSA-Brasil 2021 se apresenta como uma ferramenta auxiliar para que a avicultura encontre novas rotas e com isso, mantenha todos os patamares alcançados após anos de desenvolvimento científico e tecnológico.

Os esforços para manter a qualidade da avicultura brasileira passam pela defesa de políticas públicas consistentes para o desenvolvimento sustentável no Brasil. Levando em consideração a importância do tema, a Conferência 2021 irá debater, em sua palestra Magna de abertura, “Política e Agricultura: O que os produtores precisam entender? E, também, “A Imagem do Brasil no exterior – o que é e como fazer para mostrarmos a sustentabilidade da nossa produção animal”, seguindo com seu compromisso de fortalecer o setor avícola brasileiro, também internacionalmente.

Também estarão em pauta as exigências do novo consumidor para produtos avícolas frente a uma vida mais longa e saudável. Compostos bioativos, desenvolvimento da microbiota intestinal em avicultura, bem como medidas preventivas e de controle necessárias para o manejo da granja. Tais medidas vão desde a biosseguridade e controle de matérias-primas até o abatedouro, passando pelos setores de produção. “Nesta edição, o foco da Conferência será a discussão em cada um desses pontos críticos, levando não só informação, mas a reflexão sobre as necessidades de ação e a troca de experiências dos palestrantes”, salienta Mendes.

 

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.