Estiagem resulta em silagem de baixo teor nutricional

Compartilhar

 

#souaagro | A estiagem tem castigado os produtores rurais que ainda acreditavam em bons índices de produtividade, mesmo realizando o plantio tardio e fora do zoneamento, por conta de reflexos gerados ainda no ano passado, com o atraso na colheita da soja. O mês de abril é, até agora, o mês mais seco do ano. A chuva ainda não veio como o agricultor gostaria e o resultado tem tirado o sono no campo.

Veja a entrevista com o engenheiro agrônomo e produtor de leite, Eudes Capelletto, para o Portal Sou Agro:

Produtores rurais que já estimam perdas de 100% da produção e com plantel de animais, tem encontrado outra alternativa para o prejuízo não ser ainda maior. Muitos, estão antecipando a colheita do milho e transformando as plantas em silagem. Mas é bom ressaltar que essa volumoso possui baixo teor nutritivo, como explica o engenheiro agrônomo e produtor de leite da comunidade de Gramadinho, interior de Cascavel, Eudes Capelletto.

Em uma área arrendada de 200 hectares, Capelletto produz soja, milho, aveia e leite. “Não é o meu caso, mas muitos produtores estão a antecipando a colheita do milho e produzindo a silagem, mesmo ainda em um ponto que o milho não está adequando para essa transformação.

Ele apresenta duas explicações para esse comportamento do agricultor no campo: como é um ano bastante seco, muitos acabaram não se precavendo e deixaram de se preparar para um período de seca. Com pouco alimentos para os seus animais, não viram outra saída senão antecipar o corte do milho para manter a alimentação do rebanho.

A segunda situação, conforme o engenheiro agrônomo é a seguinte: devido à seca, existem lavouras de milho com perdas de 100% em relação aos grãos. O produtor que utiliza tradicionalmente a silagem, acaba optando em aproveitar essa massa seca de milho, que não vai ter grão, mas serve ao menos para alimentar o rebanho, na falta de insumo.

O engenheiro agrônomo e produtor de leite, Eudes Capelletto concorda que a silagem terá qualidade baixa em relação a nutrientes, com pouco energia e proteína a oferecer. “Ainda temos outros subterfúgios para melhorar a qualidade da silagem, como adicionar ração, caroço de algodão e torta de laranja”. Basicamente, esse volumoso servirá para o animal fazer a ruminação do alimento.

A qualidade da silagem de milho depende de uma série de fatores: clima, fertilidade do solo e combate ao ataque de pragas. As principais recomendações para uma silagem de alto teor nutricional incluem: colheita com teor de umidade adequado, bom processamento da planta, compactação adequada da massa, enchimento rápido do silo ou trincheira, adequada vedação para evitar perdas e garantir um processo fermentativo eficiente.

 

Texto, fotos e imagens: Vandré Dubiela

Edição: Sirlei Benetti

 

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.