Anunciada a primeira vacina contra a Covid-19 em animais

Compartilhar

 

#souagro | A Rússia acaba de dar um passo importante para garantir a imunização de animais contra o novo coronavírus, mesmo com a confirmação de que os animais não podem transmitir o vírus para o ser humano. A preocupação no futuro, é que o novo coronavírus possa provocar “mutação perigosas”. Anunciada a primeira vacina contra a Covid-19 em animais.

Em 2020, autoridades europeias se viram obrigadas a sacrificar milhões de visions para evitar riscos. Esses animais, muitos deles de caráter doméstico, são utilizados para obtenção de peles par a indústria da moda.

A Carnivac-Cov, como foi batizada a vacina, começou a ser testada em agosto do ano passado em visions, cães, gatos, raposas do ártico e outros animais. Pelos resultados apresentados, a vacina é inofensiva e de alta atividade imunogênica, levando os animais a desenvolver anticorpos para combater o novo coronavírus.

 

Setor de banho e tosa sente os reflexos da pandemia

Adoção de animais de companhia é tendência no Brasil

Cães e gatos não transmitem o coronavírus a humanos

 

O desafio dos cientistas russos, no momento, é descobrir por quanto tempo dura a imunidade desenvolvida. Hoje, estima-se ser de pelo menos seis meses. A produção em massa da Carnivac-Cov já deve começar neste mês de abril, na maior fábrica do país para a produção de medicamentos animais do Centro Federal de Saúde Animal, com perspectiva de produção diário de 10 mil doses. (Vandré Dubiela, com Canal Rural)

 

Foto: Getty Images

 

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.