Paraná solicita que zoneamento agrícola do milho seja alterado

Compartilhar

 

#souagro | O Governo do Paraná enviou um ofício ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), endereçado a ministra Tereza Cristina, para que o prazo do zoneamento agrícola do milho 2ª safra no estado seja prorrogado. O motivo é que o plantio, que está a todo vamos nesta primeira semana de março, está atrasado. Em anos anteriores, nesta época, as lavouras estavam quase todas semeadas. Os motivos foram diversos, mas os principais: seca em setembro e outubro, o que atrasou o plantio da primeira safra, e em janeiro choveu demais o que também retardou o ciclo de desenvolvimento da cultura da soja.

Essa combinação de fatores está impedindo o plantio do milho 2ª safra na época prevista no Zoneamento Agrícola de Risco Climático para as regiões que cultivam o cereal no Estado. No ofício consta também, que até agora, menos de 10% da área de soja foi colhida e apenas 11% da área de milho da segunda safra foi semeada. Em vista disso, a secretaria de agricultura do Paraná, por meio do secretário, Norberto Ortigara, faz a solicitação da prorrogação por 10 dias dos períodos de semeadura do milho 2ª safra estabelecidos na Portaria do Zoneamento Agrícola para o Paraná, de forma a assegurar que toda a área seja cultivada com as garantias da política agrícola.

Outro ponto importante a ser destacado é que A redução de plantio de milho poderá trazer sérios impactos à todo o agronegócio, podendo desabastecer o mercado de frangos, peixes, leite e suínos.

Clique e assista a reportagem

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.