Frimesa fecha 2020 com faturamento de R$ 4 bi

Compartilhar

 

O ano de 2020 ficará na história da Frimesa como o melhor e mais desafiador ano enfrentado pela cooperativa. Em meio a pandemia do novo coronavírus, que mudou formas de convivência, trabalho, consumo, e a economia, a Central atingiu R$ 4,29 bilhões de faturamento em 2020, crescendo 34,94%, comparado a 2019. Foram ainda R$ 202,2 milhões em sobras e 413 mil toneladas de alimentos produzidos, garantindo a sustentação da cadeia e alimentos de valor para as pessoas. Esses números foram apresentados e aprovados em Assembleia Geral Ordinária realizada em 19 de fevereiro, por plataformas virtuais. O evento também foi transmitido abertamente pelo canal da empresa no Youtube.

Presidida pela diretoria, e com participação virtual de delegados das cooperativas filiadas – Lar, C.Vale, Copacol, Primato e Copagril e o presidente da Organização de Cooperativas Paranaenses, José Roberto Ricken, a Assembleia expôs resultados positivos, gerados por conta do enfrentamento a Covid-19, as mudanças de consumo no mercado interno, a demanda de produtos no mercado externo, e a gestão eficiente.

Os participantes aprovaram os dados do exercício findo em 31 de dezembro de 2020, e elegeram o novo conselho fiscal para atividade em 2021. Foram mais de 300 espectadores durante o evento. O presidente do sistema Ocepar, José Roberto Ricken, celebrou os rendimentos.  “Parabéns pelos resultados, parabéns para a perspectiva. Vamos para os 5 bilhões de reais.  Realmente a Frimesa é um exemplo de profissionalismo e que orgulha o cooperativismo no Paraná”, comenta.

A Frimesa ampliou em 12% volume de produção, chegando a 254.349 toneladas de produtos à base de carne suína, e 158.358 mil litros de produtos lácteos. A atividade carne suína representou 69,7% dos negócios, com média de 254.349 toneladas de produtos em que a matéria-prima teve origem em 949 produtores. A área de leite, representou 29,1% dos resultados, com média de 843 mil litros industrializados ao dia, e 2486 produtores até o final do período. Foram destaque no mercado interno em 2020, o consumo de porcionados e fatiados. O mercado interno foi responsável por 82,42% do faturamento da Frimesa, enquanto, as exportações resultaram em 17,58%.Do faturamento bruto de 4.29 bilhões de reais, a riqueza foi distribuída entre cooperativas filiadas (39,10%), Fornecedores de insumos (18,06%), Impostos (13,82%), e funcionários (7,57% – 8.355 pessoas), entre outros valores e públicos que compõem a cadeia produtiva.

As inovações resultaram em um portfólio de 458 produtos. A área de vendas terminou 2020 com 36.232 clientes ativos, 8 filiais comerciais, e 11 centros de distribuição para anteder todo o Brasil, e 15 países. A meta para 2021 é atingir um faturamento de R$ 4,95 bilhões.

Para o diretor-presidente da Frimesa, Valter Vanzella, a Frimesa é um exemplo da força do cooperativismo. “As cooperativas tem contribuído para ajudar a sociedade, principalmente para os cooperados, e um provocado um desenvolvimentos expressivos, econômicos, sociais e gerado oportunidades. Apesar da pandemia, nós chegamos até aqui, com poucas baixas”. O diretor-executivo, Elias José Zydek, avalia a participação dos integrantes do processo produtivo. “Agradecemos a determinação e coragem dos colaboradores nos momentos difíceis, aos cooperados que continuaram a produzir e as Cooperativas Filiadas pelo incentivo e apoio irrestrito para ir adiante”, finaliza.

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.