Etanol influencia na alta do preço do milho

Compartilhar

O etanol produzido a partir do milho representa atualmente quase 7% da produção nacional do combustível e a tendência é de alta. A estimativa da companha nacional de abastecimento, a Conab, é que o pais produza 3 bilhões de litros de etanol após a safra de milho 2020/2021. Alta de 8% em relação ao ano anterior. O cereal é uma aposta do setor para regular a oferta em períodos de baixa colheita de cana de açúcar. No total o Brasil produz por ano cerca de 30 bilhões de litros do combustível, a maior parte vem da cana que está no período de entressafra.

Outros fatores

Além da produção de etanol, outros fatores impulsionam o preço do milho que atinge valor histórico. No Paraná a saca de 60 quilos é comercializada em média a 70 reais. 80% a mais do que no mesmo período do ano passado. A alta do dólar e a cotação internacional também fizeram o preço do milho subir. Edmar Gervásio é analista da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento do Paraná, a Seab, e explica esses detalhes mais detalhes. (confira do vídeo)

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.