Brasil abre novo mercado para exportação em 2021

Compartilhar

 

#souagro |

Um novo mercado se abre para a carne suína brasileira. Mais um país asiático, o Camboja, país com pouco mais de 15 milhões de habitantes – um pouco maior que o estado do Paraná -, vivendo um processo intenso de urbanização e incremento da renda per capita. Atualmente, o consumo de carne de porco no país asiático é de 10 quilos/ano por pessoa. Essa abertura de mercado é válida para cortes in natura e processados das indústrias habilitadas pelo SIF (Serviço de Inspeção Federal do Brasil).

Em entrevista exclusiva concedida para o Portal Sou Agro, o diretor-executivo da Frimesa, Elias Zydek, avaliou o anúncio como “uma excelente notícia”. Segundo ele, todo e qualquer mercado que se abra para a carne suína é uma esperança para toda a cadeia produtiva de suínos. “Mesmo considerando que Camboja não é um mercado de grandes volumes, o mais importante é a abertura de mais um mercado, com possibilidade de expandir a campo da exportação”. Pela ordem, na escala da proteína, a população de Camboja consome carne de peixe, frango, boi e por última o suíno.

Para Zydek, o Brasil tem condições de produzir mais. Nesse ano, passou de 4 milhões de toneladas, exportando em torno de 1 milhão deste total. “O Brasil tem qualidade e quantidade suficiente para atender o mercado externo e somos um grande competidor internacional. Competimos em custo, temos qualidade genética, nutrição e indústrias adequadas para produzir o produto desejado para o consumidor”.

A expectativa, conforme o diretor-executiva da Frimesa, é de que no fim de maio, a OIE (Organização Mundial da Saúde Animal), conceda o certificado de área livre de febre aftosa sem vacinação. “Isso vai significar para o Paraná a abertura de muitos mercados, hoje fechados, como na Coréia do Sul, México, Estados Unidos, Europa e Indonésia”.

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.