Coamo distribui mais se R$ 500 milhões em sobras a cooperados

Compartilhar

A Coamo Agroindustrial Cooperativa, sediada em Campo Mourão, no Paraná, divulgou em assembleia geral realizada nesta quinta-feira, 11, que distribuirá a seus associados R$ 500 milhões em sobras. O valor é referente aos resultados obtidos pela cooperativa no ano passado, quando o faturamento alcançado foi de R$ 20 bilhões.

As chamadas sobras correspondem a parte do lucro obtido pelas cooperativas durante o ano que é distribuído aos cooperados após o fechamento do balanço fiscal.

As sobras distribuídas no ano passado, referentes ao faturamento de R$ 13,97 bilhões obtido em 2019, chegaram a R$ 360 milhões. Desta forma, é possível dizer que enquanto o faturamento cresceu 43%, as sobras distribuídas aumentaram 38%.

Considerada a maior cooperativa da América Latina, a Coamo obteve em 2020 receita de R$ 8,359 bilhões a partir da comercialização de produtos agrícolas e outros R$ 4,084 bilhões em produtos industrializados. Também obteve R$ 5,145 bilhões em bens de fornecimento e R$ 2,272 bilhões de produtos alimentícios.

Antecipação

A Coamo já havia antecipado em 9 de dezembro do ano passado um total de R$ 139 milhões das sobras referentes ao exercício 2020. O montante foi dividido entre os mais de 29,4 mil cooperados no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

“A capitalização da cooperativa, a participação expressiva dos cooperados na aquisição de insumos e entrega da produção, e, claro, a valorização do dólar devido à exportação das commodities contribuíram para o valor das sobras distribuídas neste ano”, destacou José Aroldo Gallassini, presidente do conselho de administração da Coamo, na ocasião.

A cooperativa

A Coamo foi fundada em 1970 por um grupo de 79 agricultores, em Campo Mourão (PR). A cooperativa conta com 110 unidades, localizadas em 71 municípios nos estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, para recebimento da produção agrícola dos mais de 29 mil associados.

Na entidade, os 7.938 funcionários efetivos, com suas competências funcionais, são responsáveis pela condução das operações e atividades da cooperativa.

Em 2019, a cooperativa respondeu por 3,1% da produção brasileira de grãos. Ela conta com uma capacidade de armazenagem de 6.591.711 toneladas para o atendimento das necessidades dos associados, sendo a soja o principal produto recebido, seguido pelo milho, trigo, café e outros.

A industrialização dos produtos recebidos objetiva agregar valor à produção dos associados e é feita em dois parques fabris, um em Campo Mourão (PR), composto por indústrias de esmagamento de soja, fábrica de margarinas e gorduras vegetais, indústria de óleo de soja refinado, fiações de algodão, moinho de trigo e torrefação e moagem de café, e outro em Dourados (MS), composto de uma indústria de processamento de soja, produção de farelo e óleo, e uma refinaria. Em Paranaguá, no litoral paranaense, a Coamo mantém terminal marítimo.

 

Fonte: Assessoria

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Clique aqui e receba notícias do agronegócio em seu celular

Se conecte com nossas redes sociais:

Publicidade

Publicidade

Copyright © 2021 Sou Agro | CNPJ: 39.541.312/0001-48 — Todos os direitos reservados.

Sou Agro

AD BLOCKER DETECTED

Percebemos que você tem um adblocker habilitado que restringe os anúncios veiculados no site.

Please disable it to continue reading Sou Agro.